Procure

Estudo Bíblico É Lícito o comércio nas Igrejas?


         Eis aqui um assunto polêmico, mas que tem sido levado como uma coisa “normal” nas igrejas do Senhor espalhadas por todo o mundo. Mas que segundo a luz da Bíblia, somente por ela, estaremos levantando esse assunto.
         Quem entrou numa igreja, e nunca viu algum tipo de comércio? É tão normal que todas as igrejas têm, não é mesmo?
         Mas segundo  a Bíblia, que é o nosso manual de prática e fé, e a poderosa Palavra de Deus, é lícito isso que o povo de Deus tem considerado normal?
         Hoje temos visto nas igrejas, além das cantinas, estandes de vendas de CDs, livros, Bíblias, fitas de vídeo, e agora tem aparecido Restaurantes, Estacionamento Rotativo, lanchonetes, locadoras e pôr incrível que pareça, já ouvi relatos de até “açougue” dentro das igrejas!
         Em Lc 19:45, o Senhor Jesus expulsou os que vendiam no templo. Baseado nisso, muitos dizem que é errado somente para aqueles que vendem, com o propósito de lucro para si próprio e não para a “igreja”. Mas em Mc 11:15 e Mt 21:12, o Senhor Jesus expulsou os que “vendiam e compravam”. Porque se alguém vende, é porque tem quem compre. Então alguém diz: Mas é para arrecadar fundos para ajudar a igreja.
         Meu querido(a) irmão(ã), segundo a Bíblia o que mantém a casa do Senhor, é o dízimo(Ml 3:10), e também as ofertas alçadas(Ex 35:5,21,29).
         Se o membro da igreja não está sendo fiel nos dízimos, você acha certo então a igreja desobedecer à palavra de Deus para se manter? Você não acha estranho que um membro não consegue ser fiel no dízimo, mas consegue dinheiro pra comprar um CD ou uma fita ou seja lá o que for? Será que é porque ele não consegue entregar o “seu” dinheiro , sem ter nada em troca de imediato? É mais fácil pra ele entregar o “seu” dinheiro e na mesma hora receber um CD ou qualquer outra coisa em troca, do que apenas devolver o “seu” dinheiro ao Senhor. Só que ele se esquece que, se ele tem esse dinheiro, é porque o Senhor lhe concedeu. Se ele hoje está vivo, respirando, é porque o Senhor lhe concedeu. E mesmo assim ele acha que “devolver” o seu dízimo, é muito difícil, porque não vai está recebendo nada em troca.
         Por outro lado, as igrejas por falta de confiança em Deus, O desobedecem, arrumando outros recursos que não condiz com a Bíblia, para manterem a casa do Senhor. Temos ouvido mensagens tremendas sobre confiar em Deus, sobre o azeite que se multiplica e também o pão, sobre o Deus provedor, etc... Mas a própria igreja não tem confiado nessas palavras. Antes, para cobrir as despesas, fazem da casa de oração um covil de salteadores (Jr 7:11).
         Agora, levando por esse lado de estar ajudando a igreja; O Senhor uma vez deu ordem a Saul para ferir a Amaleque e destruir totalmente tudo o que tiver(1Sm 15:3).
         Porém Saul e o povo separou o melhor do gado, das ovelhas, cordeiros e os animais gordos(1Sm 15:9), na intenção de sacrificá-los ao Senhor. Aos nossos olhos parece algo bom essa intenção de Saul e do povo, mas e aos olhos do Senhor?
 
"Samuel, porém, disse: Tem, porventura, o Senhor tanto prazer em holocaustos e sacrifícios, como em que se obedeça à voz do Senhor? Eis que o obedecer é melhor do que o sacrificar, e o atender, do que a gordura de carneiros. Porque a rebelião é como o pecado de adivinhação, e a obstinação é como a iniqüidade de idolatria. Porquanto rejeitaste a palavra do Senhor, ele também te rejeitou, a ti, para que não sejas rei. "  (1Sm 15:22,23)

         Portanto igrejas do Senhor, o mais importante é obedecer a Palavra de Deus. Onde está a vossa confiança em Deus, que supre todas as necessidades da igreja, sem que para isso seja preciso desobedecer a Sua palavra? Não é preciso ficar se preocupando em arrumar outros recursos contrários a Sua palavra, para manter a igreja. Deus é Fiel e sempre será, confiemos Nele, e o mais Ele fará. O que o Senhor quer de nós é a obediência a sua palavra.
         Sei que este assunto não é muito agradável, pois só queremos ouvir da palavra de Deus coisas boas, e ficamos muito desconfortáveis, quando por ela somos repreendidos, disciplinados e corrigidos(2Tm 3:16,17).
         Uma vez, minha esposa apenas perguntou a um pastor sobre esse assunto, e logo o seu semblante mudou, ele fechou a cara, e logo atirou as pedras. Ele tentou argumentar que se um Pastor recebe da igreja o seu salário, isso também é comércio. E que pessoas investem tempo, muitas acordam cedo, para poderem vender as mercadorias, ajudando portanto a igreja.
         De que adianta uma pessoa investir seu tempo “ajudando a igreja”, se o que ela faz é contrário à palavra do Senhor. Se a igreja confiasse no Senhor, essa pessoa estaria investindo seu tempo com algo realmente útil, como estar ganhando almas para o Senhor Jesus, e outras coisas de acordo com a Sua palavra. Portanto esse Pastor, além de duvidar da conversão da minha esposa, ele não conseguiu sequer um versículo para justificar o que ele estava dizendo, usando portanto, as suas próprias palavras, ao invés de seguir e usar a palavra de Deus.
         Temos criticado a igreja Romana de estarem tão cega a palavra de Deus e mesmo assim se dizerem Cristãs. E nós falamos: É só eles lerem a Bíblia e verão os seus erros. E quanto a nós? Não estamos cometendo o mesmo erro? Está ali na palavra, é só ler. Ler e obedecer!
         Eu levanto este assunto, não para vos entristecerdes, ou como em alguns casos mais críticos, causar revolta, raiva e divisão, porque não estou aqui para dividir, mas para somar e multiplicar, desde que seja de acordo com a palavra de Deus. E para que a igreja do Senhor esteja atenta a essa palavra e pronta a obedecer. Escrevo no amor do Senhor Jesus, a todos que lerem esse texto. Que a paz do Senhor Jesus seja com todos. Amém.

Autor: Fabiano Oliveira