Procure

Estudo Bíblico A Benção e a Maldição


       O Senhor Deus, na sua infinita bondade e misericórdia, desde tempos longínquos, já ensinava os nossos ancestrais o que verdadeiramente nos conduz a uma vida regada de bênçãos ou de maldição, dependendo exclusivamente da nossa obediência e compromisso aos mandamentos do Senhor.
 
"Eis que, hoje, eu ponho diante de vós a bênção e a maldição: A bênção, quando cumprirdes os mandamentos do Senhor, vosso Deus, que hoje vos ordeno; A maldição, se não ouvirdes os mandamentos do Senhor vosso Deus, e vos desviardes do caminho que hoje vos ordeno, para seguirdes outros deuses que não conhecestes".  Deuteronômio 11.26- 28 
 
       A palavra do Senhor nos revela que tanto a benção como a maldição é oferecida por Deus diante de nós, dando-nos a plena liberdade de escolha, e não há mistério nenhum nisso. Ensina-nos que para vivermos em paz, para recebermos as suas bênçãos aqui na terra e nos dias futuro a vida eterna, a única coisa que precisamos fazer é ouvir a sua voz, guardar os seus mandamentos e segui-lo.
       As demais coisas necessária para sermos abençoados, Jesus Cristo já fez em sacrifício vivo pela aspersão do seu sangue inocente na cruz do Calvário. Levou sobre si as nossas dores, e pela suas feridas fomos sarados. Disse Jesus: "Vinde a mim todos os que estais cansados e oprimidos e eu vou aliviarei", "Aquele que me ama, guarda os meus mandamentos".
       Porem, se não produzirmos frutos dignos de arrependimento e não darmos ouvido aos seus mandamentos e passarmos a seguir outros deuses, certamente estaremos assumindo um compromisso com a maldição, porque a palavra nos dá a certeza que é impossível servir a dois senhores (Mateus 6.24).
       Ou servimos a Deus verdadeiramente com o compromisso de servo para com o seu Senhor, ou servimos a outros deuses como:
 
...idolatria, desobediência, vícios, avareza, vaidade, inveja, ciúmes, ira, soberba, prostituição, fornicação, mentira, feitiçaria, e outras abominações ao Senhor. Os que assim procedem, a sua parte será no lago que arde com fogo e enxofre, o que é a segunda morte Apocalipse 21.8

"Os céus e a terra tomo, hoje, por testemunhas contra ti, que te propus a vida e a morte, a bênção e a maldição; escolhe, pois, a vida, para que vivas, tu e a tua descendência".  Deuteronômio 30.19

       E outra vez, o Senhor nosso Deus e Pai, Deus de paz e misericórdia, prova o seu amor pelo homem na presença das testemunhas que Ele mesmo criou. Ele nos propõe a benção e a maldição, a vida e a morte, e na sua inexprimível amabilidade, ainda nos indica qual é a melhor das opções, nos aconselha a escolher a vida para que vivamos e a nossa descendência seja abençoada, porque assim está escrito:
 
Crê no Senhor Jesus Cristo e serás salvo, tu e a tua casa .  Atos 16.31

       Esta é a sua grande oportunidade, escolha a vida para que viva tu e a tua semente. Escolha a vida para viver dias de paz, e na eternidade a certeza de morar junto com o Senhor Jesus e os seus santos anjos. A vida é a sua benção, a vida é Jesus. “Ele” mesmo disse:
 
“Eu sou o caminho, e a verdade e a vida, e ninguém vem ao Pai se não por mim” .   João 14.6

       Jesus Cristo, pelo seu infinito amor, nos resgatou com braço forte das garras do inimigo. Pagou pela nossa vida o mais alto preço, pagou preço de sangue, aflição e muita dor. Morreu dependurado na cruz em sacrifício vivo pelos nossos pecados, e ressuscitou ao terceiro dia para a nossa salvação.
       O objetivo dos que busca ao Senhor é receber as suas benção, mas nem sempre fazem jus a essa benignidade de Deus. A maioria almeja a benção do Senhor, mas não querem compromisso com o Evangelho de Cristo. Optam em servir os prazeres da carne, a viver em abundância de bens materiais, mas a palavra diz que se fores amigo do mundo é inimigo de Deus, porque Deus não ouve a pecadores.
       Vamos meditar no livro de sabedoria e justiça dos Provérbios:
Provérbios 26:2 diz: "Como o pássaro no seu vaguear, e como a andorinha no seu vôo, assim a maldição sem causa não virá".
 
Provérbios 3.33 - "A maldição do Senhor habita na casa do ímpio, mas a habitação dos justos “Ele” abençoará".

Malaquias 2.1, 2 - "E, agora, ó sacerdotes, este mandamento vos toca a vós. Se o não ouvirdes, e se não propuserdes no vosso coração dar honra ao meu nome, diz o Senhor dos Exércitos, enviarei a maldição contra vós e amaldiçoarei as vossas bênçãos; e já as tenho amaldiçoado, porque vós não pondes isso no coração".

       Temos presenciado algumas pessoas entregando os seus inimigos nas mãos de Deus com desígnio de vingança, isto é uma incoerência, um contra senso. Quando rogamos maldição a alguém, nos sujeitamos à recebê-la nas mesmas proporções. Esta afirmação é do Senhor exemplificado quando mandou Abraão apartar-se do seu sobrinho Ló e seguir outra direção, “Ele” prometeu abençoar os que o abençoassem e amaldiçoar os que o amaldiçoassem (Gênesis 12.3).
       E Jesus Cristo disse: Mateus 5.44, 45 -
 
"Amai a vossos inimigos, bendizei os que vos maldizem, fazei bem aos que vos odeiam e orai pelos que vos maltratam e vos perseguem; Para que sejais filhos do Pai que está nos céus; porque faz que o seu sol se levante sobre maus e bons e a chuva desça sobre justos e injustos".   Mateus 5.44-45

       Portanto meu amado irmão, se a sua oração não está chegando diante do trono de glórias de Deus, algo inconveniente, muito sério mesmo está acontecendo em sua vida, e isto, indispensavelmente tem que ser ajustado, este concerto é entre você e Deus, porque o Senhor é poderoso para transformar as maldições em bênçãos.
       Jesus Cristo nos resgatou da maldição da lei, fazendo-se maldição por nós, porque está escrito:
 
"Maldito todo aquele que for pendurado no madeiro; para que a bênção de Abraão chegasse aos gentios por Jesus Cristo e para que, pela fé, nós recebamos a promessa do Espírito".   Gálatas 3.13-14

"E mostrou-me o rio puro da água da vida, claro como cristal, que procedia do trono de Deus e do Cordeiro. No meio da sua praça e de uma e da outra banda do rio, estava a árvore da vida, que produz doze frutos, dando seu fruto de mês em mês, e as folhas da árvore são para a saúde das nações. E ali nunca mais haverá maldição contra alguém; e nela estará o trono de Deus e do Cordeiro, e os seus servos o servirão".   Apocalipse 22.1 -3

"O seu nome permanecerá eternamente; o seu nome se irá propagando de pais a filhos, enquanto o sol durar; e os homens serão abençoados n’Ele; todas as nações lhe chamarão bem-aventurado".  Salmos 72.17

Existe Maldição Hereditária?

       Há uma preocupação muito grande entre algumas pessoas e até mesmo entre os conhecedores da palavra de Deus em relação a maldição hereditária. Temos visto até mesmo alguns líderes de igrejas levando a apreensão aos irmãos, nos termos dessa maldição.
       Mas podemos afirmar com toda certeza que a maldição hereditária não existe, e os que assim pregam, usam a fragilidade dessas pessoas que crêem nisso, para impor doutrinas inúteis e vãs. O que precisamos é, confiar na palavra do Senhor Deus, pois “Ele” nos dá a certeza que mal algum irá acontecer com aqueles que estão revestidos da sua couraça.
       No livro de Ezequiel 18.20, disse o Senhor:
"A alma que pecar, essa morrerá; o filho não levará a maldade do pai, nem o pai levará a maldade do filho; a justiça do justo ficará sobre ele, e a impiedade do ímpio cairá sobre ele".   Ezequiel 18.20

"Que diremos pois a estas coisas? Se Deus é por nós, quem será contra nós?"   Romanos 8.31 

       A palavra no livro dos Salmos 23.4 diz:
 
"Ainda que eu andasse pelo vale da sombra da morte, não temeria mal algum, porque tu estás comigo, ó Senhor".   Salmos 23.4

"Mil cairão ao teu lado, e dez mil, à tua direita, mas tu não serás atingido.  Nenhum mal te sucederá, nem praga alguma chegará à tua tenda. Porque aos seus anjos dará ordem a teu respeito, para te guardarem em todos os teus caminhos".  Salmos 91.7, 10, 11

Nós Somos a Igreja de Cristo

       Alguns irmãos já nos pediram para orar em residências, empresas estabelecimentos comerciais, e até mesmo para automóveis, com o intuito de fazer com que as bênçãos do Senhor permaneçam nesses locais, e também trazer paz e prosperidades materiais nesses ambientes.
       Esse é o tipo de pedido que não atendemos, não oramos para essas finalidades, porque neste caso, estaríamos desviando o objetivo principal do sacrifício de Jesus na cruz. Cristo morreu para nos dar algo infinitamente superior a toda riqueza deste mundo, “Ele” veio para a salvação da nossa alma.
       Quantos as coisas materiais, “Ele” disse que devemos buscar primeiramente o Reino de Deus e a sua justiça, e as demais coisas nos serão acrescentadas.
       A palavra do Senhor no livro de Atos 17.24 diz:
 
“O Deus que fez o mundo e tudo que nele há, sendo Senhor do céu e da terra, não habita em templos feitos por mãos de homens”.  Atos 17.24

       Se Deus não habita nem nos templos que para “Ele” foi exclusivamente construído, também não irá habitar nesses lugares edificados pela arquitetura humana, se os seus habitantes não tiverem compromisso com “Ele”.
       O que precisamos entender de vez por todas é que nós somos a igreja de Cristo, o templo do Espírito Santo de Deus, o nosso coração a sua morada quando temos comunhão com o Senhor, quando buscamos fazer a sua vontade.
       “Deus seja eternamente louvado”.
 
Autor:  Desconhecido