Procure

Estudo Bíblico Halloween Como Tudo Começou


Hoje em dia ouvimos, com freqüência, a frase "não tem nada a ver", mas é muito importante que você saiba: a mídia é uma grande influência na formação da nossa personalidade, principalmente a TV. Por isso, precisamos aprender, desde pequenos, a ter senso crítico, não acreditar em tudo. E para isso é preciso pesquisar, estudar, meditar na Palavra de Deus e orar.Aqui estão algumas informações sobre a origem e o atual halloween, considere todas as possibilidades e tire suas conclusões.

SAIBA COMO TUDO COMEÇOU

O halloween nem sempre teve este nome. A origem dessa festa vem de séculos antes de Cristo. Tudo começou com os povos Celtas e os sacerdotes Druidas, que viviam nas Ilhas Britânicas. Naquele tempo, no calendário deles, o dia 31 de outubro era uma data muito importante, marcava o final do verão e também o início do ano novo. Eles acreditavam que neste dia, os espíritos das pessoas que morreram naquele ano, voltariam a seus lares procurando abrigo e provisão, pois o inverno começaria e com ele o reinado do "príncipe das trevas". Com medo de que os mortos viessem possuir seus corpos, as pessoas se vestiam com roupas e máscaras assustadoras, esculpiam caras muito feias em nabos, acendiam velas e saiam pelas ruas fazendo bastante barulho, pois acreditavam que assim espantariam os espíritos. Um dos nomes desta festa era "samhain", que quer dizer "o senhor dos mortos", "o príncipe das trevas". Os druidas eram sacerdotes que cultuavam a natureza, praticavam magias, adivinhações e na noite da festa ofereciam sacrifícios aos seus deuses, principalmente ao deus da morte, para receber em troca, adivinhações sobre o futuro, saúde e prosperidade; os sacrifícios variavam de vegetais a seres humanos. Neste dia, os druidas, saiam de casa em casa pedindo comida, quem se recusasse, era amaldiçoado e atormentado através das magias.Veja o que diz a Palavra de Deus a respeito disso:

Hebreus 9:27 "Cada pessoa tem de morrer uma só vez e depois ser julgada por Deus."

Isso quer dizer que não precisamos ter medo de que os mortos voltem, pois a Palavra de Deus nos garante que eles não podem voltar! Se a festa era para cultuar "o senhor dos mortos, o príncipe das trevas", está claro que esta festa não agradava a Deus, pois ele é o único que é digno de ser adorado. O príncipe das trevas, nós sabemos que é o próprio diabo.

Deuteronômio 4:39"Fiquem sabendo agora e nunca esqueçam disto: somente o eterno é Deus lá em cima no céu e aqui embaixo na terra. Não há outro deus".

Praticar magias e adivinhações, fazer sacrifícios, assustar as pessoas, dentre outros pecados, nos afasta de Deus. Apocalipse 22:15; 21:8 e Gálatas 5:19-26

"Ficam fora os cães, os que praticam feitiçaria, os que cometem imoralidades sexuais, os assassinos, os idólotras e todos os que amam e praticam a mentira." (Apocalipse 22:15)

Gálatas 5:19-26
19 - Porque as obras da carne são manifestas, as quais são: adultério, prostituição, impureza, lascívia, 20 - Idolatria, feitiçaria, inimizades, porfias, emulações, iras, pelejas, dissensões, heresias, 21 - Invejas, homicídios, bebedices, glutonarias, e coisas semelhantes a estas, acerca das quais vos declaro, como já antes vos disse, que os que cometem tais coisas não herdarão o reino de Deus. 22 - Mas o fruto do Espírito é: amor, gozo, paz, longanimidade, benignidade, bondade, fé, mansidão, temperança. 23 - Contra estas coisas não há lei. 24 - E os que são de Cristo crucificaram a carne com as suas paixões e concupiscências. 25 - Se vivemos em Espírito, andemos também em Espírito. 26 - Não sejamos cobiçosos de vanglórias, irritando-nos uns aos outros, invejando-nos uns aos outros.

Apocalipse 21:8 - Mas, quanto aos tímidos, e aos incrédulos, e aos abomináveis, e aos homicidas, e aos fornicadores, e aos feiticeiros, e aos idólatras e a todos os mentirosos, a sua parte será no lago que arde com fogo e enxofre; o que é a segunda morte.

A EVOLUÇÃO DA FESTA

Agora que já sabemos como tudo começou, vamos entender como o "samhain" passou a ser chamado de halloween ou, como chamamos, o "dia das Bruxas". Os historiadores estudam e pesquisam a história da humanidade. Através desses estudos aprendemos que culturas e tradições dos povos são passados de geração em geração, e que as mudanças são inevitáveis de acordo com os acontecimentos de cada época. A festa do "samhain" sofreu transformações ao longo do tempo, um dos motivos foi o fato dos Romanos terem conquistado grande parte do território Celta. Os Romanos comemoravam o festival da colheita e cultuavam a deusa Pamona, a deusa das frutas. Assim, a festa dos Celtas adquiriu características da festa dos Romanos. Houve uma "mistura" desses costumes que resultou numa festa "comemorativa". O tempo foi passando e Deus cumpriu sua promessa de enviar o Salvador. Jesus veio ao mundo e pregou o evangelho do Reino, as boas novas. Ele foi crucificado por amor a cada um de nós, mas venceu a morte e ressuscitou. Ele está vivo! O povo não precisava mais ter medo de espíritos, fazer sacrifícios, nem cultuar falsos deuses. Mas, nem todos acreditaram nele, que pena! E o tempo não pára... Muita gente já conhecia a Palavra de Deus. Muitos se converteram, mas alguns preferiram continuar presos aos costumes e tradições de seus antepassados, e permaneceram nas trevas. Em 1848, houve grande fome na Irlanda, então os irlandeses foram morar na América do Norte e levaram para lá o costume dos Celtas de comemorar o "samhain". Os cristãos da América acabaram se envolvendo com esta festividade. A prática de magias e bruxarias foi renascendo e as pessoas acreditavam que as bruxas viajavam em vassouras para adorar a satanás no dia 31 de outubro. Desde a sua colonização a América do Norte declarou que respeitaria todas as crenças religiosas e por causa disso, as portas foram abertas para uma infinidade de seitas e religiões que não louvam a Deus, como o satanismo, por exemplo.

A REAÇÃO DA IGREJA

Na tentativa de acabar com os festivais e rituais de magias e sacrifícios, a igreja católica designou o dia 1º de novembro como o "dia de todos os santos". Assim surgiu o "all hollows", que quer dizer, todos os santos. Acrescentando a abreviatura "evening", que significa anoitecer - a festa passou a ser conhecida popularmente como Halloween. As pessoas acreditavam que na véspera do "dia de todos os santos" os espíritos maus ficavam furiosos com a festa da igreja de Roma e vinham zombar da celebração, então eles pregavam peças e assustavam os humanos. É aí que entram as bruxas, feiticeiras, duendes, gnomos e as fadas. E como no ritual do "samhain" as pessoas saíam às ruas vestindo fantasias, como os Celtas, acreditando que espantariam as bruxas e espíritos maus. Substituíram o nabo por abóbora, que era encontrada com mais facilidade nos EUA.A Bíblia diz:

"O meu povo está sendo destruído, porque lhe falta o conhecimento." (Oséias 4.6)

Atualmente o Halloween é uma das festas mais comemoradas dos EUA. A tradição virou brincadeira e está se expandindo por outros países. A festa tem conotação de alegria, pois as pessoas usam máscaras e fantasias de bruxas, Conde Drácula, Frankstein, fantasmas, diabos etc. As crianças saem à noite pelas ruas carregando lanternas feitas de abóbora, batendo de porta em porta, pedindo guloseimas ou prendas - "trick or treat", que traduzido quer dizer, "doces ou travessuras". A brincadeira tem traços da festa dos Celtas, quando saíam pelas casas pedindo comidas. Os druidas amaldiçoavam as pessoas que não contribuíam, hoje, as crianças fazem travessuras como sujar as casas, jogar ovos, retirar as trancas dos portões etc. É um dia em que elas têm permissão para fazer traquinagens.

Veja o que a Palavra de Deus diz a respeito disso em Lucas 6.31.

"Como vocês querem que os outros lhes façam, façam também vocês a eles." Lucas 6.31

Autor: Raquel Almeida