Procure

Estudos Biblicos

Quando Jesus Manda Tirar a Nossa Pedra

Jo.11.17.44


Introdução
Diante desse texto de João, nos deparamos com um Jesus justo, poderoso, glorioso, e ao mesmo tempo encontramos um Jesus extremamente humano a ponto de se comover e até chorar, ao receber a notícia de que seu amigo Lázaro já havia morrido há quatro dias. Sabemos que toda a vida de Jesus foi um permanente e gigantesco milagre, desde o nascimento em Belém até a ressurreição e posterior ascensão ao céu.

Não é de estranhar, então, que sua atividade diária estivesse também repleta de propósitos milagrosos. Os milagres que Jesus fez pelos doentes não só mostram seu poder para vencer a enfermidade, mas também revelam sua disposição compassiva e amável em favor dos necessitados do mundo.

Cerca de um quinto dos evangelhos é dedicado às curas de Jesus, ou às discussões sobre elas. Dos 3.779 versículos dos quatros evangelhos, pelo menos 727 relacionam-se de algum modo com a cura ou com ressurreição, enquanto 484 dos 1.257 versículos são referentes exclusivamente aos milagres de cura realizados por Jesus. Por isso, aqueles que se aproximam do Senhor com fé recebem plena benção, e aqueles que rejeitam obstinadamente seu amor ficam coma alma vazia, como aconteceu com os habitantes de Nazaré no passado.

Onde Jesus é aceito de bom grado, ali o Senhor permanecerá com gosto realizando seus atos de amor. Portanto, não duvide da proposta que Deus tem para sua vida. Deus está pronto e desejoso de fazer milagres na sua vida. Muitos milagres mencionados na bíblia nos causam assombro, mas ficamos mais maravilhados ao recordar que Jesus ressuscitou alguns mortos. O exemplo mais notório foi à ressurreição de Lázaro. Fazia quatro dias que o corpo de Lázaro estava no sepulcro, em processo de decomposição. Portanto o que poderia fazer o Senhor?.

Ninguém julgava que Cristo devolvesse a vida a seu amigo. Porém Jesus disse a Marta: “Teu irmão há de ressurgir”, e acrescentou as palavras imortais e consoladoras: “Eu sou a ressurreição e a vida. Quem crê em mim, ainda que morra, viverá”. Há um momento inesquecível quando o Mestre, ao ver a dor de todos os que acompanhavam, “agitou-se no espírito”, comoveu-se ( v.33) e “chorou’ (v.35). Este trecho revela o coração sensível e os sentimentos de Jesus ao presenciar a dor e o sofrimento causados por todo tipo de males no mundo.

Jesus chorou (v.35) – Neste pequeno versículo da Bíblia está revelado o profundo pesar de Deus pelas tristezas do seu povo. O verbo “chorou” (grego: dakruo), indica que quando Jesus chegou, Ele derramou muitas lágrimas e em seguida continuou chorando em silencio. Que esse momento seja um consolo para todos aqueles que sofrem. Cristo sente por você o mesmo pesar que sentiu pelos parentes de Lázaro. Ele ama você de igual modo, pois o seu amor é profundo, emotivo e compassivo por você e pelos outros (Lc.19.41).

A Bíblia diz também no v.33 que Jesus “moveu-se muito em espírito”. O termo traduzido “comoveu-se profundamente” (gr. embrimaomai) significa IRA. Isto quer dizer que Jesus foi tomado de profunda tristeza e IRA por causa de todo sofrimento causado pela morte, por satanás e pelo pecado. Sua alma encheu-se, não de fria despreocupação, mas de IRA contra o mal na sua luta em favor da salvação do homem (Mt.21.12.13)

Amados, o que nos pode inspirar quando estamos dentro de um cemitério?. Acho que o que vemos nesse ambiente é só pranto, desilusão, fatalidade, dor, e desespero. Veja que logo em seguida, o Senhor se dirigiu ao túmulo de seu amigo morto, com o objetivo de trazê-lo de volta a vida. Todos estavam observando os passos de Jesus, especialmente seus discípulos e as irmãs do falecido. A curiosidade aumentava a cada instante dentro daquele ambiente.

De repente, Jesus pede que removam a pedra. Jesus chama em alta voz: “Lázaro, vem para fora” !. E o morto se levantou e saiu com vida!!. Uma lição tremenda para nunca esquecermos!. A morte não paralisou Jesus. Nenhum milagre de Jesus foi mais completo que o da ressurreição de Lázaro. Em outros milagres Jesus devolveu a vida, mas neste Jesus fez por inteiro: devolveu o corpo, olhos, braços, mãos, pernas, pele, músculos, cérebro, coração, tudo em perfeitas condições para que Lázaro pudesse viver novamente!.

Senhor, já cheira mal, porque é já de quatro dias (v.39) – Uma outra lição para aprendermos aqui. Marta na verdade, estava com receio de expor o seu irmão. Seu corpo estava se decompondo, apodrecendo, cheirando mal. Jesus não se importou com isso!. A intenção de Marta era que a pedra não fosse tirada. Ela queria deixar a pedra ficar do mesmo jeito quando Lázaro foi sepultado. Quem sabe, muitos já tenham dito para você se conformar com a situação que você se encontra. Deixar sua vida ficar como está. É melhor se conformar com essa doença, não tem cura mesmo!. Que seu casamento já naufragou, já era!. É melhor partir para outro!. Acabou!.

Marta não entendia que para Lázaro SAIR, era preciso TIRAR A PEDRA. E o que aprendemos com essa ordem de Jesus?. Aprendemos quatro lições importantes: a cooperação, a oportunidade, a participação, e por fim, que nós também temos uma pedra que precisa ser retirada para que possa acontecer o MILAGRE. Um milagre requer parceria entre Deus e o homem. O homem entra com a fé; Deus entra com a ação. A intervenção divina não anula o esforço humano. O homem precisa fazer a sua parte! Tem muita gente achando que Deus tem obrigação de fazer TUDO na vida dele!. É puro engano!.

Observe no texto que só após a pedra ser retirada é que a voz de Jesus alcançou os ouvidos de Lázaro!. Se a pedra permanecesse no lugar, Lázaro não teria escutado a voz de Jesus!. Havia tanto poder e autoridade na voz de Jesus que Ele só chamou por Lázaro. Se Ele dissesse: - VENHA PARA FORA - todos os que estavam naqueles jazigos teriam ressuscitado também!. O milagre só era para Lázaro!. Tire a pedra para que Jesus chame pelo teu nome e o teu milagre aconteça!. Jesus não quer que os teus sonhos, os teus projetos sejam sepultados na frieza do teu coração!.    

Se não tirarmos a pedra, não poderemos sair do lugar que estamos. São nossas pedras que impedem Jesus de realizar os nossos milagres. É preciso tirar a pedra que está atrapalhando a nossa vida para escutarmos a voz do Senhor. Pedra significa obstáculo, barreira, dificuldade, impedimento, empecilho. Tudo isso impede o agir de Deus na nossa vida. Quem está morto espiritualmente nem percebe quantas pedras existem na vida dele. O morto é como a pedra: não fala, não ouve, não vê e nem se move. Tem o coração duro, pois a pedra está no lugar errado!. A ordem de Jesus é: TIRAI A PEDRA!.

Quais as pedras que tem impedido as suas bênçãos?. A pedra da mágoa?. Do ressentimento?. Da amargura?. Do orgulho?. Da falta de perdão?. Do pecado escondido?. Do vício?. Da insatisfação?. Da incredulidade?. Dos prazeres?. Jesus vem hoje para te dizer: “Não te hei dito que, se creres, verás a glória de Deus?”. Para ver a glória de Deus é preciso TIRAR A PEDRA. O Senhor quer tirar de você todo rastro de morte!. Jesus tem poder para transformar sua vida, mas Ele nada pode fazer se você não retirar as pedras que teimam em permanecerem no seu coração. A decisão é você que tem que tomar!.

Amados, a Bíblia nos surpreende quando fala de Jesus. Podemos observar que Jesus nunca realizou um funeral!. Quando Ele chegava, era para devolver a vida para os que estavam mortos!. E quando isso acontecia, as pessoas ficavam mudas, assombradas, perplexas diante de seus milagres. Ninguém duvidava mais da sua divindade!. Os milagres de Jesus, além de curarem as enfermidades físicas dos doentes, curavam também, o coração de todas as pessoas. Esse foi seu maior interesse!.

Por isso, Jesus influenciou seus discípulos e lhes transformou o caráter, mudou a vida de homens e mulheres da pior reputação!. Transformou os líderes do povo que buscavam sua companhia e ajuda. Jesus tinha vindo ao mundo para dar vida eterna a todos os que cressem N’Ele, e não meramente para prolongar por uns anos, as vidas dos enfermos que Ele curava. Em seu anseio de assegurar-lhes a eternidade, costumava sempre apontar o caminho para que todos pudessem ser conduzidos ao reino de Deus.

Querido, você tem às vezes, tormentas na sua vida?. Conflitos, amarguras, frustrações, desânimos?. Saiba que no pequeno mar da sua vida, o Senhor pode acalmar toda sua angústia, temor, medo, ansiedade. Basta pedir-lhe com fé que atue em seu favor, e Ele inundará de paz seu coração!. Você observou que quando Jesus mandou tirar a pedra ninguém reclamou achando que era grande ou pesada?, Pois é, todos participaram!. Todos queriam tirar a pedra!. Todos queriam ver o que ia acontecer!. Todos obedeceram a voz de Jesus!. Não podemos ficar reclamando e esperando que os outros solucione por nós, quando podemos agir, e fazer o que estiver no nosso alcance!.

Pode ser que seja isso que esteja faltando na sua vida. Ouvir a voz de Jesus e obedecer: TIRAR A PEDRA. Veja o que diz o Pv. 28.13 – “O que encobre as suas transgressões nunca prosperará; mas o que confessa e deixa alcançará misericórdia”. O texto fala de transgressão. Transgressão significa “passar além, desobedecer, deixar de cumprir, infringir, violar”. O versículo está dizendo que quem procura negar seu pecado ou mantê-lo encoberto ao invés de reconhecer, confessar e abandonar esse pecado, não progredirá espiritualmente.

Ou seja, enquanto as PEDRAS estiverem bloqueando sua obediência à voz do Senhor, o milagre não vai acontecer na sua vida. PEDRAS IMPEDEM A AÇÃO DE DEUS NA NOSSA VIDA!. Enquanto isso, permaneceremos sozinhos na nossa caverna, em nossa escuridão, sem qualquer possibilidade de ouvir Jesus chamando o nosso nome. Creia, o maior milagre que Jesus quer fazer na nossa vida é conceder-nos um novo coração e a salvação eterna como o grande prêmio do seu amor.

Durante a nossa caminhada cristã, aparecerão pedras no nosso caminho. Na história da igreja também surgiram muitas pedras. Estava me lembrando da história da mulher samaritana. Ela tinha ido até o poço buscar apenas um balde de água. Mas Jesus estava lá esperando por ela!. E as pedras da vida daquela mulher, falaram mais alto!.

Aquela mulher tinha no corpo e na alma as cicatrizes do preconceito, da marginalização, do descrédito moral; não tinha um nome; era apenas uma mulher samaritana. Quem tinha ido apenas buscar um pouco de água, recebeu de Jesus a verdadeira água da vida. Jesus foi removendo a pedra do seu caminho, até transformá-la em uma jóia preciosa.

Tornou-se mensageira de Jesus, levando as Boas Novas de salvação para o seu povo!. É assim que Jesus faz, e é assim que o Senhor irá fazer por você.!. Um detalhe: Jesus tem poder para fazer qualquer coisa, mas Ele respeita a sua decisão, a sua escolha. Deus tem interesse em eternizar a sua história no Livro da Vida, mas para isso, é preciso reconhecer que há uma pedra no meio do seu caminho.

TIRAI A PEDRA – Eu não sei qual é a sua pedra. Mas Deus sabe!. E o Senhor vai tirar todas!. Jesus vai remover as pedras do meio do seu caminho, esculpindo nelas imagens belas e transformando em pedras vivas que falam, louvam e contribuem para a construção do reino, do mundo, e da igreja. Pedra é sinal de morte, rancor, angústia, indiferença, solidão, insegurança. Deixe Jesus ressuscitar as coisas boas que morreram dentro de você. Não importa quanto tempo o “Lazaro” que está dentro de você morreu!. Jesus está chegando para ressuscitar!.

Conclusão
Amados, Jesus é o Senhor do Impossível. Nada foge ao seu controle. Ele sabe exatamente o que se passa conosco, desde a nossa dificuldade, a nossa luta, a nossa dor, até os nossos fracassos. Ele conhece nos mínimos detalhes os momentos mais agonizantes da nossa vida. Jesus sempre estará atento as nossas situações de maior necessidade. Jesus vem ao nosso encontro mesmo quando tudo parece estar perdido, acabado, chegado ao fim. Jesus é o Senhor, e tem poder para fazer novas todas às coisas em nossas vidas.

Quem sabe não existe uma multidão esperando Jesus aparecer para realizar o teu milagre. Lembre-se que Lázaro só saiu da tumba quando ouviu Jesus chamar pelo seu nome. Isso só aconteceu porque no caminho não tinha mais a pedra. Não foi o sopro de Jesus que tirou a pedra, nem ordenou que ela saísse de lá. Foram mãos humanas que afastaram a pedra. Foram as pessoas que tiveram disposição para obedecer à ordem de Jesus: TIRAI A PEDRA!, E eles tiraram!.

A ordem “SAIR” de Jesus, é dirigida para todos nós. É um convite para deixarmos a morte e vivermos a vida. Quando tiramos as pedras e as ligaduras, mostramos sinais de ressurreição, de vida nova, de barreiras quebradas e início de uma nova vida. Quem ouve a voz de Jesus sai da prisão, do túmulo, solta as ataduras, para ir correndo ao encontro de Cristo. Jesus nos convida para esse encontro, mas primeiro temos que nos livrar da pedra que está nos impedindo de chegar até Ele.

Ouça a voz do Senhor: Tirai a Pedra!. Vem para Fora!. A pedra do túmulo de Lázaro representava a separação do mundo natural com o mundo espiritual. A passagem estava fechada, trancada, cerrada, só Jesus podia abrir!. Foi então que ele chamou o nome de seu amigo: Lázaro, sai para Fora!. Essa é a voz que deve permanecer dentro de nós, da nossa alma, da nossa mente, da nossa vida. A voz do milagre, das maravilhas, dos prodígios, da salvação, e da VIDA!. A voz de Jesus!.

Receba em nome de Jesus a tua ressurreição, o teu milagre e uma nova vida com Cristo!. Amém

Autor: Joaquim de Souza Guimas