Procure

Estudo Biblico Para Onde Vão os Mortos?


Algumas teorias sobre o destino dos mortos, podem até soar bonito e confortável, porém, não resistem ao crivo das Escrituras Bíblicas. O que a Bíblia diz é: existe céu e inferno, existe julgamento para todo e qualquer homem nascido sobre a face da terra. Deus revelou Seu plano Salvador a humanidade, para que, através Dele, todos igualmente, tivessem acesso às portas da eternidade em um lugar de Luz ou de trevas. Ninguém, jamais poderá modificar o que Deus instituiu. Também, ninguém, jamais, será capaz de descobrir totalmente todos os mistérios que permeiam o mundo tanto dos vivos, quanto dos mortos. Mas aquilo que é necessário conhecer para se alcançar Salvação, está revelado, escrito, pelos séculos dos séculos e haverá de ser cumprido em cada jota ou til da Palavra.

"E, como aos homens está ordenado morrerem uma vez, vindo depois disso o juízo."Hebreus 9:27 Se nasce e morre uma única vez, depois disso, o juízo.

Algumas citações de Jesus sobre o Inferno:

Fogo - Mat 07:19, 13:40, 25:41
Fogo eterno - Mat 18:08, 25:41
Condenação eterna - Marcos 3:29
Fogo do inferno - Mat 5:22, 18:09, Marcos 9:47
Condenação - Mat 23:14, Marcos 12:40, Lucas 20:47
Condenação do inferno - Mat 23:33
Ressurreição da condenação - João 5:29
Fornalha de fogo - Mat 13:42, 50
O fogo que nunca se apaga - Marcos 9:43, 45
O fogo não se apaga - Marcos 9:44, 46, 48
Onde o seu verme não morre - Marcos 9:44, 46, 48
Choro e ranger de dentes - Mat 08:12, 22:13, 25:30
Tormentos - Lucas 16:23
Atormentado nesta chama - Lucas 16:24
Lugar de tormento - Lucas 16:28
Trevas exteriores - Mat 08:12, 22:13
Punição eterna - Mat 25:46

No livro do profeta Oséias, em uma referência clara sobre a vinda de Jesus, se diz do inferno: "Eu vos remirei da violência do inferno, e os resgatarei da morte: Onde estão, ó morte, as tuas pragas? Onde está, ó inferno, a tua perdição? " Oséias 13:14.

"A palavra usada para inferno é she'ol: sepultura, habitação dos mortos, lugar inferior, inferno. A raiz da palavra she'ol e sha'al: pedir, exigir, requerer. Assim, o inferno é um devorador faminto, voraz, nunca está cheio ou satisfeito, mas sempre quer mais." ( Strong 07585).

"O Sheol e a Destruição são insaciáveis, como insaciáveis são os olhos do homem."  Provérbios 27:20

O relato da morte do mendigo Lázaro, no Evangelho de Lucas, narra com riqueza de detalhes o que acontece com a pessoa após sua morte:

E aconteceu que o mendigo morreu, e foi levado pelos anjos para o seio de Abraão; e morreu também o rico, e foi sepultado.E no inferno, ergueu os olhos, estando em tormentos, e viu ao longe Abraão, e Lázaro no seu seio. E, clamando, disse: Pai Abraão, tem misericórdia de mim, e manda a Lázaro, que molhe na água a ponta do seu dedo e me refresque a língua, porque estou atormentado nesta chama. Disse, porém, Abraão: Filho, lembra-te de que recebeste os teus bens em tua vida, e Lázaro somente males; e agora este é consolado e tu atormentado.E, além disso, está posto um grande abismo entre nós e vós, de sorte que os que quisessem passar daqui para vós não poderiam, nem tampouco os de lá passar para cá.

E disse ele: Rogo-te, pois, ó pai, que o mandes à casa de meu pai, pois tenho cinco irmãos; para que lhes dê testemunho, a fim de que não venham também para este lugar de tormento.Disse-lhe Abraão: Têm Moisés e os profetas; ouçam-nos. E disse ele: Não, pai Abraão; mas, se algum dentre os mortos fosse ter com eles, arrepender-se-iam. Porém, Abraão lhe disse: Se não ouvem a Moisés e aos profetas, tampouco acreditarão, ainda que algum dos mortos ressuscite."  Lucas 16:22-31

Após a morte, o crente em Jesus, é escoltado por anjos para o seio de Abraão, um lugar de paz, também chamado de Paraíso. Esse lugar é o mesmo indicado por Jesus, quando de sua crucificação, Ele falou para o homem arrependido, conhecido pelos compatriotas como delinquente : "Hoje mesmo estarás comigo no Paraíso" Lucas 23:43.

Aos arrependidos e entregues aos cuidados de Jesus segue o Paraíso. Para os que resistiram a mensagem do Evangelho e negaram ao Filho de Deus, segue-se o She'ol.  Ninguém, após a morte, poderá mudar sua escolha, ela deverá ser feita em vida, como diz a passagem de Lucas sobre o rico e o mendigo. Existe um abismo entre céu e inferno e no inferno há tormento e sede. O rico demonstra preocupação com os parentes que ainda são vivos, gostaria que eles acreditassem em Jesus para que fossem salvos . É interessante perceber que existe certa bondade nesse homem que está no sheo'ol, mas ele já não poderá viver outra vida ou voltar à terra para falar a seus parentes sobre o destino dos mortos. A resposta de Abraão para o que está em tormento, é enfática: "É preciso ouvir o que diz a Bíblia, ela está sendo apregoada na terra".

A ordem celeste, não comporta comunicação entre mortos e vivos: "Não acreditarão, ainda que algum dos mortos ressuscite" e esse morto que ressuscitou foi Jesus Cristo: Mateus 12:40 diz: " "Porque, como Jonas esteve três dias e três noites no ventre da baleia, assim o Filho do homem três dias e três noites no seio da terra." O seio da terra seria o she'ol, Jesus desceu até ele e resgatou as chaves da morte:

" Por isso diz: Subindo ao alto, levou cativo o cativeiro, E deu dons aos homens. Ora isto, Ele subiu, que é senão que também antes tenha descido às partes mais baixas da terra? Aquele que desceu é também o mesmo que subiu acima de todos os céus, para cumprir todas as coisas." Efésios 4:8-10

Somente Jesus, nenhum outro nome, ninguém em vida, por mais festejado e bom que pareça, se fez Messias, sendo crucificado e morto injustamente, ressuscitando ao terceiro dia, reaparecendo aos seus discipulos e em seguida subindo novamente ao céu para retornar definitivamente em uma segunda vinda com objetivo de resgatar a Sua Igreja e marcar a consumação dos séculos.

" E vi na destra do que estava assentado sobre o trono um livro escrito por dentro e por fora, selado com sete selos.E vi um anjo forte, bradando com grande voz: Quem é digno de abrir o livro e de desatar os seus selos?E ninguém no céu, nem na terra, nem debaixo da terra, podia abrir o livro, nem olhar para ele.E eu chorava muito, porque ninguém fora achado digno de abrir o livro, nem de o ler, nem de olhar para ele.E disse-me um dos anciãos: Não chores; eis aqui o Leão da tribo de Judá, a raiz de Davi, que venceu, para abrir o livro e desatar os seus sete selos.E olhei, e eis que estava no meio do trono e dos quatro animais viventes e entre os anciãos um Cordeiro, como havendo sido morto, e tinha sete chifres e sete olhos, que são os sete espíritos de Deus enviados a toda a terra. E veio, e tomou o livro da destra do que estava assentado no trono. E, havendo tomado o livro, os quatro animais e os vinte e quatro anciãos prostraram-se diante do Cordeiro, tendo todos eles harpas e salvas de ouro cheias de incenso, que são as orações dos santos.

E cantavam um novo cântico, dizendo: Digno és de tomar o livro, e de abrir os seus selos; porque foste morto, e com o teu sangue compraste para Deus homens de toda a tribo, e língua, e povo, e nação;E para o nosso Deus os fizeste reis e sacerdotes; e eles reinarão sobre a terra.E olhei, e ouvi a voz de muitos anjos ao redor do trono, e dos animais, e dos anciãos; e era o número deles milhões de milhões, e milhares de milhares,Que com grande voz diziam: Digno é o Cordeiro, que foi morto, de receber o poder, e riquezas, e sabedoria, e força, e honra, e glória, e ações de graças.E ouvi toda a criatura que está no céu, e na terra, e debaixo da terra, e que está no mar, e a todas as coisas que neles há, dizer: Ao que está assentado sobre o trono, e ao Cordeiro, sejam dadas ações de graças, e honra, e glória, e poder para todo o sempre.E os quatro animais diziam: Amém. E os vinte e quatro anciãos prostraram-se, e adoraram ao que vive para todo o sempre." Apocalipse 5:1-14

Em Apocalipse, livro da Revelação, nos é dito que haverá um dia em que todos os mortos serão julgados e aí o sheo'ol dará seus mortos para a Geena (lago de fogo):

O Juízo Final

"E vi um grande trono branco, e o que estava assentado sobre ele, de cuja presença fugiu a terra e o céu; e não se achou lugar para eles.E vi os mortos, grandes e pequenos, que estavam diante de Deus, e abriram-se os livros; e abriu-se outro livro, que é o da vida. E os mortos foram julgados pelas coisas que estavam escritas nos livros, segundo as suas obras.E deu o mar os mortos que nele havia; e a morte e o inferno deram os mortos que neles havia; e foram julgados cada um segundo as suas obras.E a morte e o inferno foram lançados no lago de fogo. Esta é a segunda morte.E aquele que não foi achado escrito no livro da vida foi lançado no lago de fogo." Apocalipse 20:11-15

A Bíblia em si é suficiente para revelar o que acontece com os mortos. O problema, é que o diabo, Satanás, tem como meta enganar, mentir, para roubar para si o maior número possível de vitimas, porque o inferno nunca está saciado.  Deus não fez o homem e o abandonou na terra a mercê, desde o principio da história humana, Ele deu subsídios para que mesmo sendo nós limitados, pudéssemos, através da fé, sermos salvos da morte eterna. Viver pode ser dolorido, doloroso, porque o mundo geme e pranteia por causa da maldade humana que ainda no Éden, escolhe obedecer ao diabo e negar a Deus. E você pergunta: Deus pode tudo, então porque não acaba com o mal de uma vez por todas? Está escrito, e ninguém poderá alterar uma letra que seja: O bem venceu o mal e os salvos viverão eternamente com Deus, o mal será lançado no lago de enxofre.

A palavra Julgar no livro de Apocalipse, se traduz como Krima (Strong 2917) Vem de crime, criminal, descreve o processo de julgar alguém culpado ou inocente. Krima é o julgamento de Deus sobre o erro. Nada que se faz na terra está oculto aos olhos de Deus, tudo, absolutamente tudo está registrado nos livros que haverão de ser abertos no julgamento final. Por isso, se há injustiças, crimes, mortes, perversidades que nos abismam, não ficarão impunes. É verdade que a justiça terrena poderia ser mais eficaz, contudo não podemos culpar Deus pela maldade humana. Ele de fato, se importa com cada um de nós e não nos deu uma salvação apenas pós-morte, mas também em vida. Jesus é intercessor dos vivos, Único. Tudo o mais é engano e engano. Trevas que se formam por consequência da incredulidade na Palavra de Deus:

"Deus quer que todos os homens se salvem, e venham ao conhecimento da verdade. Porque há um só Deus, e um só Mediador entre Deus e os homens, Jesus Cristo homem. O qual se deu a si mesmo em preço de redenção por todos, para servir de testemunho a seu tempo." 1 Timóteo 2:4-6

O tempo é hoje, agora. A Palavra de Deus não exige rituais, nem sacrifícios humanos, a não ser o que se faz pela renúncia de uma vida de pecados. A Salvação não é um sistema, nem  religião, não é invenção humana, nem doutrinas de mortos, é uma Pessoa, chamada Jesus Cristo. A esse nome, se dobrará todo joelho, do homem mais rico ao mais pobre da terra:

" Porque está escrito:Por mim mesmo jurei’, diz o Senhor, ‘diante de mim todo joelho se dobrará e toda língua confessará que sou Deus assim, cada um de nós prestará contas de si mesmo a Deus". Romanos 14:11-12

Nossa esperança não deve está em mortos, nem em homens vivos, mas em Um só que é Cristo. Fora Dele não há salvação, por mais coerente que pareçam outras teorias. Deus nos mostra que o diabo tem a capacidade de se transfigurar até mesmo em anjo de luz: “Satanás se transfigura em anjo de luz” II Cor 11: 14. Ele pode tomar a forma de pessoas, animais e o que mais achar conveniente para levar vidas ao abismo. Ele tomou a forma de uma serpente no Êden, Ele se fez passar pelo profeta Samuel em uma sessão de invocação aos mortos. Quando da tentação no deserto, Satanás, "mostrou reinos" para jesus. Ele tem um poder de persuasão muito forte e pode realizar sinais e prodígios enganando quem não conhece a Palavra de Deus. Precisamos estar atentos, e confiar unicamente no Filho de Deus, Ele é quem dá forças ao cansado e faz o fraco forte.

O Paraíso

" Hoje mesmo estarás comigo no Paraíso" Lucas 23:43

Nas palavras de Jesus ao ladrão arrependido, ficou evidente que o arrependimento é condição essencial para salvação. Por isso também, João Batista, a voz que clamava no deserto, anunciando um novo tempo, em que Deus havia descido à terra para falar diretamente com os homens, dizia: "Eis o Cordeiro de Deus que tira o pecado do mundo, arrependei-vos" João 1: 23, 29.

Deus dedicou a todas as gerações o anuncio de que existe uma vida após a morte, e ela é eterna: ou com Deus no Paraíso, ou com o diabo no inferno. Ninguém poderá dizer, no dia do julgamento, que não ouviu falar de Jesus. Poderá sim, dizer que O negou. E você pergunta: o que dizer sobre as crianças que morrem, sobre os que morrem ainda no ventre, sobre os loucos, e outras coisas sobre as quais não se explicam pela lógica humana? Baseados em alguns desses argumentos é que surgem doutrinas tantas, que acabam arrebatando vidas e mais vidas ao inferno. Cada um desses tópicos, poderia receber um estudo detalhado à luz das Escrituras, mas o que Deus pede de nós? Que desvendemos os segredos existentes entre céu e terra? Nossa filosofia é vã (como diz Shakespeare) por mais brilhantes que alguns de nós possa parecer.

"As coisas escondidas pertencem a  Deus, mas as coisas que são reveladas nos pertencem a nós e a nossos filhos para sempre, para que observemos todas as palavras desta lei." Deuteronômio 29:29

Ainda sobre a fala de Jesus ao ladrão no dia da crucificação, fica claro que o arrependimento e o acolhimento de Jesus no coração, redimem todo e qualquer homem. A partir de então, tem inicio uma nova criatura, nascida novamente, através do espírito:  "Veio para o que era seu, e os seus não o receberam. Mas, a todos quantos o receberam, deu-lhes o poder de serem feitos filhos de Deus, aos que creem no seu nome; Os quais não nasceram do sangue, nem da vontade da carne, nem da vontade do homem, mas de Deus." João 1:11-13. Nascido de novo, salvo para eternidade! Essa condição, restitui ao homem aquilo que havia se perdido pelo pecado.

"Porque todos pecaram e destituídos estão da glória de Deus; Sendo justificados gratuitamente pela sua graça, pela redenção que há em Cristo Jesus.Ao qual Deus propôs para propiciação pela fé no seu sangue, para demonstrar a sua justiça pela remissão dos pecados dantes cometidos, sob a paciência de Deus." Romanos 3:23-25

Todos igualmente somos pecadores, mas a Graça Divina enviou a Jesus para nos permitir receber uma nova essência. Essa que nos aproxima de Deus e nos transforma,  a cada passo em direção a eternidade. Esse fator, não nos torna melhor que ninguém, pois Salvação não é "algo genético", mas uma escolha, nascida no coração e pode ocorrer mesmo à beira da morte. Esse fator, contudo, nos dá a certeza de uma vida com Deus, de uma casa celestial, quando a morada terrena se desfizer. Salvação é gozo indescritível em vida , apesar dos embates, de tudo quanto possamos viver nesse mundo repleto de injustiças e outros males.  Salvação é a vida de Deus em nós, é Jesus Cristo ressuscitado como esperança eterna.

"Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna.Porque Deus enviou o seu Filho ao mundo, não para que condenasse o mundo, mas para que o mundo fosse salvo por ele. Quem crê nele não é condenado; mas quem não crê já está condenado, porquanto não crê no nome do unigênito Filho de Deus." João 3:16,18

A fé não faz muitas exigencias. Aquele ladrão na cruz, crucificado ao lado de Jesus, teve apenas algumas horas em Sua companhia e foi o suficiente para crê e ser salvo.  E muitos de nós, temos anos e mais anos, às vezes 25, 30, 40 anos e ainda julgamos ser pouco tempo para conhecer a Verdade. Aquele ladrão teve no máximo um dia na companhia de Jesus e O reconheceu como Messias Salvador. A Bíblia narra muitas outras pessoas que foram salvas depois de ouvir algumas Palavras de Jesus e imediatamente seus corações quebrantaram pela sede de Deus, pelo arrependimento para uma nova vida.

O Paraíso existe, também o inferno e como no relato do mendigo e do rico, cada um de nós, haverá de escolher entre um desses destinos.

Em Cristo, nosso Salvador.

| Autor: Wilma Rejane | Divulgação: EstudosGospel.Com.BR |