Procure

Os Limites da Visão

Mt. 24.38:39


Estamos vivendo os últimos dias do ano e muitos corações estão envolvidos com as festas. O tempo costuma avançar rápido e talvez não tenhamos percebido que estamos ingressando, com o pé no acelerador, no penúltimo ano da primeira década do século 21.

Será mais um ano que passa, e com certeza, mais um ano que foi escrito nas páginas da História da humanidade. Uma nova página também será escrita sobre a história da igreja, pois o livro de ATOS, até nossos dias continua sendo escrito. É será menos um ano de nossas vidas, todavia, estaremos mais próximos da volta gloriosa do filho de Deus. É nessa contagem regressiva que obrigatoriamente deveríamos parar para refletirmos o que fizemos e o que não fizemos , e o que deveríamos ter feito... mas não fizemos.

Contudo, as pessoas que estão nessa comoção religiosa não sabem, ou desconhecem por completo, que estamos chegando cada vez mais perto do fim dos tempos. Sabemos que neste mundo sombrio de tanta frieza, violência, fome, miséria e injustiças, é necessário que essas coisas aconteçam para nos alertarmos que o fim se aproxima. Por isso, não ficamos estarrecidos nem perplexos.

Todos os envolvidos nessas festas de fim de ano estão vivenciando justamente aquela época que precedeu o grande dilúvio.

Em Mateus 24.38:39 diz nos revela assim: “Porquanto assim como nos dias anteriores ao dilúvio comiam e bebiam, casavam e davam-se em casamento, até ao dia em que Noé entrou na arca, e não o perceberam senão quando veio o dilúvio e os levou a todos, assim será também a vinda do Filho do Homem”.

Mudança de ano – são somente passagem de números cronológicos, mas que nos geram novas perspectivas. Ainda estamos longe de alcançarmos o mundo que sempre sonhamos, pois ainda há pessoas que dormem um sono de pedra!

Fogos estouram anunciando um Ano Novo, mas não explode a nossa consciência.

Festejar um começo de um novo ano, deveria significar “zerar” os nossos erros, e recomeçar novos projetos que realizassem as necessidades de cada um. A paz seria a primeira e mais importante conquista nesse ano que inicia.

Paz...

Não significa multidão... Não significa sorrisos... Não significa vestir-se de branco...

Não se consegue através de uma taça de espumante!. Nem se consegue através de uma pomba lançada aos céus!.

Como começa um ano de paz?

Começa com a boa vontade dos homens...

Começa com as boas aventuranças de Jesus...

Começa com a paz de espírito...

Começa quando nossas almas não estão mais inquietas!.

A paz é tão importante para nós, quanto o oxigênio é para os pulmões!!

Daqui a pouco vem o Carnaval, que quer dizer: saem de um clima emotivo e entram em outro mais emocional. Assim, muitos vão vivendo com suas mazelas. Esse clima de festa faz neutralizar a visão deles, com respeito no fim dos tempos. Nós que somos da fé, que tivemos uma experiência com Deus pelo novo nascimento, estamos mais atentos aos acontecimentos.

Apesar das conquistas e dos sonhos realizados, não podemos ficar desinformados e devemos desabrochar nossa fé nesses dias de grande dificuldade. O Senhor Jesus disse que sua vinda seria como um raio que ilumina do Oriente ao Ocidente. Guarde a sua fé, lute por ela!

A violência cresce cada vez mais, a falta de amor nas pessoas é alarmante, a fome e a pobreza andam de mãos dadas e a passos largos, a segurança nos faz sentirmos cada vez mais inseguros, e a poluição devastando o nosso planeta. Enfim, fica claro que todos esses acontecimentos são fatos claros e comprovados que o homem está perdendo cada vez mais a direção, e o comando, afundando-se na própria lama do seu erro!.

Por que o mundo está assim? Existe alguma solução?

A verdade é que estamos vivendo numa época em que a Terra, está cheia de problemas e de poucas soluções. Vivemos numa era de difíceis escolhas. Por exemplo, há opiniões implacáveis contra o aborto, classificando-o de assassinato. Outros acham com a mesma convicção que as mulheres tem autoridades sobre o seu próprio corpo e devem elas mesmos decidir tal assunto.

Muitos encaram o homossexualismo, o adultério e o sexo pré-marital como flagrante imoralidade. Outros acham que essas práticas são uma questão de escolha pessoal. A quem cabe dizer quem está certo e quem está errado? E tem mais...Cresce o número de viciados em drogas, milhões de pessoas estão passando fome, cada vez mais as famílias estão se acabando. O incesto na família, a pedofilia, estão constantemente nos noticiários da mídia. O ar que respiramos e a água que bebemos aos poucos estão sendo envenenados. Na verdade, todos nós somos vítimas desses crimes.

A Terra não está sendo destruída por seres de outros planetas, mas pelo próprio homem que mora aqui! Que sentido fará um Ano Novo se não lutamos para acabar definitivamente com a fome, a miséria. Nossas fragilidades e nossos desinteresses contra a violência, a ganância, a desunião, as guerras é cada vez mais presente!

É esta também a sua opinião?. Não sei qual a sua resposta para esta pergunta. Mas que tal mudarmos um pouco o assunto para dizer que todos esses sinais é porque o homem tem se distanciado, rejeitado e negligenciado as leis divinas e as Revelações de Deus?.

Cientistas falam da existência de buraco negro nos confins do espaço, sugam tudo que se encontra por perto, mas esquecemos que existe do nosso lado, pessoas pior que o buraco negro. Sugam nossos sonhos, nossos sentimentos, nossas decisões, de fazermos um Ano Novo... mas também de construirmos um Mundo Novo!!.

Gostaria de trazer sua atenção à alguns fatos que, já por si só, tornam a bíblia merecedora de nossa atenção. Se você acredita realmente que a bíblia é de fato a palavra de Deus, então ela é exatamente o que necessitamos para conseguirmos passar por estes tempos de adversidades.

Se a Bíblia for apenas a palavra de homens, então, logicamente, não há solução clara para os problemas da humanidade!. Os homens simplesmente terão de arranjar o melhor modo que puderem para evitar essas barbaridades, ou então está na hora de deixarmos de existir,... indo pelos ares numa guerra nuclear!.

Houve um tempo que a bíblia era escutado com respeito - pelo menos no Ocidente. Ao mesmo tempo, observamos que nenhum outro livro há tantas respostas que o homem precisa. Observamos também que a bíblia é odiada por milhares de pessoas!. Milhões de exemplares de bíblias foram incineradas em fogueiras públicas, desde a Idade Média até o nosso século 21!.

Por que tanta oposição e perseguição por um livro? Por outro lado, a bíblia é o único livro que tem recebido do povo cristão, o respeito, a atenção, e adoração, e as melhores resposta para os nossos dias. É preciso que cada um de nós, através de nossas orações, de nossas ações individuais, muitas vezes pequenas, mas generosas e eficientes, impeça que as injustiças de todas as formas se alastrem de forma irreversível...

Na fé.

Autor: Joaquim S. Guimas