Procure

Estudo Bíblico sobre Os Falsos Profetas


“Amados, não creais em todo espírito, mas provai se os espíritos são de Deus, porque já muitos falsos profetas se têm levantado no mundo. Nisto conhecereis o Espírito de Deus; todo espírito que confessa que Jesus Cristo veio em carne é de Deus; e todo espírito que não confessa que Jesus Cristo veio em carne não é de Deus; mas este é o espírito do anticristo, do qual já ouvistes que há de vir, e eis que está já no mundo” (1 Jo 4.1-3).

Provai os espíritos

“O motivo para provar todo espírito (i.e., pessoa impelida ou inspirada por algum espírito), é que “muitos falsos profetas se abrigarão na igreja. Isso acontecerá, principalmente, pelo aumento da tolerância da igreja quanto a doutrinas antibíblicas, perto do fim dos tempos. O cristão deve testar todos que, sendo cristãos professos, são mestres, escritores, pregadores e profetas, e mesmo todo indivíduo que afirma que sua obra ou mensagem provém do Espírito santo. O crente nunca deve crer que certo ministério ou experiência espiritual é de Deus, somente porque alguém afirma isto. Além disso, nenhum ensinamento, nem doutrina, devem ser aceitos como verdadeiros somente por causa de sucesso, milagres, ou unção aparente da pessoa (Mt 7.22; 1 Co 14.29; 2 Ts 2.8-10; 2 Jo 7; Ap 13.4; 16.14; 19.20).
  • Qualquer ensino deve ser testado, comparando-o com a revelação da verdade de Deus, nas Escrituras.
  • É o conteúdo do ensino que precisa ser testado. O ensino tem o mesmo tipo de conteúdo e sentido do ensino apostólico segundo o NT? Deve ser recusado qualquer ensino que alguém afirma ter recebido do Espírito santo ou de anjo, mas que não pode ser confirmado pela sã exegese bíblica.
  • A vida do mestre deve ser averiguada quanto ao seu relacionamento com o mundo ímpio, e quanto ao senhorio de Cristo na vida da pessoa”.

Jesus veio em carne

“O liberalismo teológico e as seitas religiosas revelam sua identidade com o “Anticristo”, ao negarem a total deidade de Jesus Cristo, seu nascimento virginal, ou sua morte redentora e sua ressurreição em prol da nossa salvação (1 Jo 2.2; 4.9,10). Todo desvio da revelação bíblica a respeito de Cristo abre a porta para os espíritos demoníacos do engano, pois repudia a autoridade e a total fidedignidade da Palavra de Deus”.

Artigo recebido por email sem identificação do autor
|
Divulgação: EstudosGospel.Com.BR |