Procure

Obesidade Espiritual


Texto Básico: 1 Tm 4:1-16 e 1 Co 9:24-27.

Ora, o Espírito afirma expressamente que, nos últimos tempos, alguns apostatarão da fé, por obedecerem a espíritos enganadores e a ensinos de demônios, pela hipocrisia dos que falam mentiras e que têm cauterizada a própria consciência, que proíbem o casamento e exigem abstinência de alimentos que Deus criou para serem recebidos, com ações de graças, pelos fiéis e por quantos conhecem plenamente a verdade; pois tudo que Deus criou é bom, e, recebido com ações de graças, nada é recusável, porque, pela palavra de Deus e pela oração, é santificado. Expondo estas coisas aos irmãos, serás bom ministro de Cristo Jesus, alimentado com as palavras da fé e da boa doutrina que tens seguido. Mas rejeita as fábulas profanas e de velhas caducas. Exercita-te, pessoalmente, na piedade. Pois o exercício físico para pouco é proveitoso, mas a piedade para tudo é proveitosa, porque tem a promessa da vida que agora é e da que há de ser. Fiel é esta palavra e digna de inteira aceitação. Ora, é para esse fim que labutamos e nos esforçamos sobremodo, porquanto temos posto a nossa esperança no Deus vivo, Salvador de todos os homens, especialmente dos fiéis. Ordena e ensina estas coisas. Ninguém despreze a tua mocidade; pelo contrário, torna-te padrão dos fiéis, na palavra, no procedimento, no amor, na fé, na pureza. Até à minha chegada, aplica-te à leitura, à exortação, ao ensino. Não te faças negligente para com o dom que há em ti, o qual te foi concedido mediante profecia, com a imposição das mãos do presbitério. Medita estas coisas e nelas sê diligente, para que o teu progresso a todos seja manifesto. Tem cuidado de ti mesmo e da doutrina. Continua nestes deveres; porque, fazendo assim, salvarás tanto a ti mesmo como aos teus ouvintes. (1 Timóteo 4:1-16 RA)

Chegamos no verão, mais um ano se inicia e renovamos muitas promessas para o novo ano. Nas festas de final de ano cometemos alguns excessos alimentares e por conta disso ganhamos alguns quilos. Para o novo ano fazemos sempre novos projetos, para aproveitar o verão e mostrarmos o nosso corpinho “sarado”, vamos para a academia de ginástica praticar vários exercícios físicos e assim perder o peso extra adquirido. O mesmo acontece aos atletas de todos os esportes. Alguns de nós ganhamos peso por levarmos uma vida sedentária, praticando um único esporte: “levantamento de garfo” até a boca. Como conseqüência da falta de exercícios físicos aparece uma série de doenças, sem falar na obesidade, que também é um risco à saúde.

É fato comprovado que precisamos de exercícios físicos, eles nos ajudam a tonificar os músculos e restaurar energias, previne a degeneração física e prolonga a juventude, aumenta o fluxo sanguíneo provendo de nutrientes e retirando as toxinas. Auxilia na perda de peso.

Para ter um corpo saudável precisamos fazer exercícios físicos. Para ser um vencedor em uma competição o atleta tem de praticar muitos exercícios. Em qualquer competição desportiva há apenas um vencedor. Mas, aqui não estamos nos referindo ao exercício físico; não importa o quanto você o pratique, um dia ele envelhece e morre. Os prêmios que conquistei não poderei levá-los.

Não sabeis vós que os que correm no estádio, todos, na verdade, correm, mas um só leva o prêmio? Correi de tal maneira que o alcanceis. Todo atleta em tudo se domina; aqueles, para alcançar uma coroa corruptível; nós, porém, a incorruptível. Assim corro também eu, não sem meta; assim luto, não como desferindo golpes no ar. Mas esmurro o meu corpo e o reduzo à escravidão, para que, tendo pregado a outros, não venha eu mesmo a ser desqualificado. (1 Coríntios 9:24-27 RA).

Paulo nos diz aqui que o exercício físico é de pouco proveito, que precisamos praticar outro tipo de exercício, porque o homem não é só corpo, também é alma e espírito.

O exercício espiritual é para o crescimento espiritual e desenvolvimento para alcançar a estatura de varão perfeito (Ef 4:13). Ele consiste em diariamente meditar na Palavra de Deus, orar e cantar salmos e cânticos espirituais (Cl 3:16) e praticá-la através de nossas atitudes.

Quando não praticamos isso, ficamos sujeitos a obesidade espiritual.

Nessa época do ano a mídia divulga muitas receitas milagrosas e dietas para emagrecer e mantermos nosso corpo saudável, muitas delas não passam de fábulas ou marketing para vender determinado produto. Essas são promessas para a vida de agora e não para que esperamos.

Precisamos nos exercitar, pessoalmente, na piedade, pois está sim é proveitosa, porque tem promessa de vida eterna.

Essa é a finalidade para a qual trabalhamos e nos esforçamos sobremodo e apregoamos a todos a salvação que há em Cristo Jesus.

Não devemos negligenciar os dons que recebemos, mas exercitemo-lo para que seja manifesto o nosso crescimento, tendo cuidado com a doutrina para que também outros alcancem a salvação.

|  Autor: Alcebídios Garcia Dias  |  Divulgação: estudosgospel.com.br |