Procure

O Campo do Oleiro e as Trinta Moedas de Prata


"Então Judas, o que o traíra, vendo que fora condenado, trouxe, arrependido, as trinta moedas de prata aos príncipes dos sacerdotes e aos anciãos, Dizendo: Pequei, traindo o sangue inocente. Eles, porém, disseram: Que nos importa? Isso é contigo. E ele, atirando para o templo as moedas de prata, retirou-se e foi se enforcar. E os príncipes dos sacerdotes, tomando as moedas de prata, disseram: Não é lícito colocá-las no cofre das ofertas, porque são preço de sangue. E, tendo deliberado em conselho, compraram com elas o campo de um oleiro, para sepultura dos estrangeiros. Por isso foi chamado aquele campo, até ao dia de hoje, Campo de Sangue. Então se realizou o que vaticinara o profeta Jeremias: Tomaram as trinta moedas de prata, preço do que foi avaliado, que certos filhos de Israel avaliaram, E deram-nas pelo campo do oleiro, segundo o que o Senhor determinou."  Mateus 27:3-10

As trinta moedas

Era o valor estimado por um escravo Êx 21:32. Profeta Zacarias havia previsto com precisão a negociação de Judas, 520 anos antes de acontecer:

Porque eu lhes disse: Se parece bem aos vossos olhos, dai-me o meu salário e, se não, deixai-o. E pesaram o meu salário, trinta moedas de prata. O Senhor, pois, disse-me: Arroja isso ao oleiro, esse belo preço em que fui avaliado por eles. E tomei as trinta moedas de prata, e as arrojei ao oleiro, na casa do Senhor Zacarias 11:12-13

Quem comprou o campo: judas ou anciãos e sacerdotes judeus?

Há uma polêmica envolvendo esse tema, tudo porque no livro de Atos 1:15-19, Pedro relata que "Judas adquiriu um campo com o salário da iniquidade Aceldama, isto é, campo de sangue". Encontraremos muitas referências relacionando "campo de sangue" com Judas e sua morte.

Campos no Original Grego:

A palavra grega usada para descrever campo em Mateus 27 é "agros" =campo. No grego, o campo citado por Pedro em Atos é "chorion" = propriedade particular. A propriedade particular de Judas, pode ter sido comprada com dinheiro roubado, ele era tesoureiro e desonesto. O lugar ficou conhecido como "campo de sangue" por ter sido o local de seu suicídio:

"Ora, ele adquiriu um campo com o salário da sua iniquidade; e precipitando-se, caiu prostrado e arrebentou pelo meio, e todas as suas entranhas se derramaram. E tornou-se isto conhecido de todos os habitantes de Jerusalém; de maneira que na própria língua deles esse campo se chama Aceldama, isto é, Campo de Sangue".

Portanto, o campo adquirido por Judas, não é o mesmo descrito por Mateus.

Judas arrependido?

Existem dois tipos de arrependimento: Um para vida eterna e outro passageiro, que não produz salvação, mas: remorso, amargura. A infelicidade de Judas foi provocada por sua rebeldia em relação a Deus, seu amor ao dinheiro:

Porque o amor ao dinheiro é a raiz de todos os males I Tm 6:10

Deram-me mal pelo bem e ódio pelo seu amor. Põe acima de meu inimigo um impio, e Satanás esteja à sua direita. Sl 109:5-6 (sobre a traição de Judas)

Porque a tristeza segundo Deus opera arrependimento para a salvação, da qual ninguém se arrepende; mas a tristeza do mundo opera a morte. 2 Coríntios 7:10

Jeremias ou Zacarias?

Mateus diz que a profecia da venda de Jesus por trinta moedas, pertence a Jeremias. Não são poucos os estudiosos da Bíblia que afirmam estar incorreta a citação: a profecia pertence a Zacarias e ponto final!

Não vejo, portanto contradição alguma em citar Jeremias e Zacarias como autores da profecia. Mateus apenas omite Zacarias, o que não quer dizer que tenha se enganado ou trocado o nome do profeta. Nos capítulos 18 e 19 do livro de Jeremias, encontramos clara referência a compra do "campo de Oleiro":

"Assim diz o Senhor: Vai e compra uma botija de oleiro, e leva contigo os anciãos do povo e os anciãos dos sacerdotes. E sai ao vale do filho de Hinom, que está à entrada da porta do Sol, e apregoa ali as palavras que eu te disser" Jr 19:1,2.

O "campo de sangue" adquirido pelos judeus, tem a mesma localização do citado por Jeremias : "Encontra-se em um nível terraço estreito na face sul do vale de Hinom. Seu nome moderno é Hak ed-damm ou Akeldamách

O vale de Hinom era um lugar de sacrifícios pagãos, crianças eram queimadas vivas no vale em oferenda a Maloque. Também chamado de "Tofete" ou "lugar alto" Jr 7:31

Akeldamách

A terra nesse lugar é rica em barro e antigamente o lugar era preferido dos oleiros para ajuntar a matéria prima de suas peças. A argila da região tem uma coloração forte vermelha. O campo foi utilizado como cemitério para não judeus. Muito barro foi retirado de Akeldamách por Helena de Constantinopla e proeminentes cristãos tanto para construção de casas como de sepulcros.

Atualmente no campo, existe um enorme sepulcro e um monastério, no centro uma larga coluna e um terraço que em seu lado sul fica o vale de Hinom (conforme descrito por Jeremias).

Simbologia de Akeldamách ou "Campo do Oleiro"

Alguma vez você já se perguntou por que as trinta moedas de prata conquistadas de forma inescrupulosa por Judas Iscariotes e ofertada no templo, compraram o "campo do oleiro"? 

Encontrei aqui uma mensagem fabulosa !! É claro que Jesus valia muito mais, infinita e eternamente mais que as trinta moedas! Seu sangue pagou uma dívida que nem todas as moedas do mundo seriam suficientes para pagar! Com Sua vida, Jesus pagou nossos pecados, nossa morte. Ele nos devolveu a liberdade e a vida eterna, aleluia!!

Vi no "campo de Oleiro" uma bela analogia: O dinheiro pago por um escravo iria resgatar muitos estrangeiros, torná-los novos, moldados, vasos nas mãos do Oleiro, chamado Jesus.

O campo, repleto de barro, serviria para sepultamento dos gentios, mas os gentios, não seriam mortos, sim restaurados como barro nas mãos do Oleiro. O campo de sangue, recebe esse nome, pela cor vermelha da terra e por representar a morte e derramamento de sangue de Jesus. Qual dos lugares pode receber o sangue de Jesus e não ser transformado por Ele?

O sangue de Jesus esteva nas portas das tendas dos israelitas quando da instituição da primeira Páscoa. Esteve representado na porta da meretriz Raabe (em um cordão vermelho) esteve em Akeldamách para salvação dos gentios!

Nenhum detalhe que envolveu a morte e ressurreição de Cristo foi vão. Da dor da morte e da alegria da ressurreição, a minha e a sua salvação. O "campo do Oleiro" também teve sua mensagem restauradora.

|  Autor: Wilma Rejane  |  Divulgação: estudosgospel.com.br |