Procure

Estudo Bíblico sobre a Mulher Cananéia

Mt.15: 21-28


Esse texto conta a historia de uma mãe desesperada, ela com certeza ouvira falar de Jesus e dos milagres que Ele realizava, e viu nele sua única esperança de cura para sua filha.

Essa mulher para se aproximar de Jesus tinha que superar pelo menos três barreiras que poderiam desencorajá-la de cumprir sua tarefa:

Ela era gentia ( Mt.15:24 )

Ela era Cananéia (Mt. 15:22). Os cananeus eram antigos inimigos dos judeus, era um povo perverso que Deus já havia mandado que fossem destruídos (Nm. 33:50-55; Dt. 7:1-11). Os judeus reservavam o titulo “Filho de Davi” ao legitimo rei de Israel, uma Cananéia não aceitaria facilmente tal titulo.

Mais essa mulher clamava “Senhor, Filho de Davi tem compaixão de mim” ( Mt. 15:22).

Interessante notar que essa mulher Cananéia tinha uma ligação com Raabe ambas cananéias e que tinham um amor e uma preocupação com sua família, por amor venceram barreiras e entraram para a história.

Outro ponto é que ela era uma mulher, sabemos que naquele tempo não era costume dar atenção para as mulheres podemos observar isso com a admiração dos discípulos ao ver Jesus conversando com uma mulher samaritana (Jo.4:27)

O amor de mãe nessa situação falou mais alto e a impulsionou, essa mulher fez uma abordagem de três etapas:

Ela conhecia os direitos de Jesus como Rei, pois o chama de “Filho de Davi”.

Ela o reconhecia como seu Rei e Mestre, pois o chama de “Senhor”.

E ela fez uma oração simples mais que tocou o coração de Jesus, “ Tem compaixão de mim”, compaixão é você se sensibilizar com o sofrimento de alguém e de alguma forma ajudar para evitar ou diminuir o sofrimento dessa pessoa. Foi isso que a mulher Cananéia pediu sem direitos legais, pois era gentia, mais por amor ela se humilhou e pediu para que Jesus tivesse compaixão do seu sofrimento e de sua filha, sabemos que os cananeus tinham seus deuses e não sabemos se essa mulher já tinha pedido ajuda a eles, mais sabemos que quando ela teve a oportunidade de ver Jesus não mediu esforços e mesmo Jesus não a respondendo ela não parou de clamar, implorar para que Jesus a socorresse, ela revelou coragem, determinação, persistência e ousadia deixando suas crenças religiosas e reconhecendo Jesus como Senhor. Deus tem uma compreensão especial pelo coração de mãe podemos ver em Is.49:15; 66:12-13; Lc. 13.34.

Apesar disso não foi apenas o amor de mãe que agradou Jesus mas a fé que ela tinha, mesmo os discípulos pedindo que Jesus a decidisse ela não se intimidou veio e o adorou e pediu socorro, contrariando assim todos os princípios da época rompendo todas as barreiras, ela teve fé e acreditou que Jesus tinha autoridade e podia fazer aquele demônio sair da sua filha.

Hoje não é diferente independente dos nossos problemas que estivermos passando temos que ter fé e acreditar que Jesus pode resolver os nossos problemas, nunca deixarmos de orar não podemos desistir nunca, por que se Jesus atendeu ao pedido daquela mulher sendo ela Cananéia que dirá a nos que estamos na sua casa, na sua presença e temos o direito legal de filhos de Deus (Rm.8:16-17).

Essa tem que ser sempre a nossa esperança, “Se com Ele sofremos, também com Ele seremos glorificado”. Se não nesta vida, mas na sua vinda na gloria eterna junto com Deus Pai.....Amém

| Autor: Simone Nicolay de Alencar | Divulgação: EstudosGospel.Com.BR |