Procure

Estudo Bíblico Como Alcançar os Nossos Sonhos de Deus


Dentre os muitos personagens da Bíblia que me chamam a atenção, José é um deles. No relato de sua história pessoal já nos damos conta da experiência tão peculiar que ele teve e comode superar tantos acontecimentos consecutivos de sofrimento e humilhação.

Mesmo que muitos cheguem a conhecer bem a história de José, não são todos que chegam a compreender como tudo aconteceu e porque aquele homem podia ao fim de todas as coisas dizer a seus irmãos "não se sintam mal por nada do que me fizeram, foi Deus que me enviou adiante de vocês" (Gn 45:5).

Era certo que Deus havia dado um sonho a José. Ele sabia disso e inclusive o compartilhava com os que estavam a seu redor, embora, ninguém cresse nele e menos ainda em seus sonhos. Eu me ponho a pensar qual a profundidade daquele sonho no coração de José nos seus primeiros dias e depois quando já estava como governador do Egito.

Entendia ele desde o primeiro dia o que Deus desejava fazer? Creio que não. E por isso fico imaginando como se sentiu José no fundo daquele poço. Os momentos que passou ali esperando para ver que fariam seus irmãos. Talvez imaginasse que seria só um momento e logo o tirariam dali.

Depois se vê vendido como escravo e talvez em sua mente passasse todas as expectativas que o aguardavam naquele lugar estranho para o qual estava sendo levado. Deixava atrás pai, mãe e irmão sem sequer um abraço de despedida. Talvez nunca tenhamos parado para pensar na solidão e abandono que sentiu e viveu. Quando pensava que tudo começava a ir bem e via prosperar seu trabalho, vieram as injustiças e outra vez a começar tudo de novo. E todos já conhecemos o final desta história.

Especialmente quero deter-me no efeito que aqueles sonhos dados por Deus tiveram em sua vida e o fizeram sempre buscar a melhor maneira de superar a crise e dificuldade de cada momento. No princípio embora não soubesse a totalidade do que Deus iria fazer, ele de fato, cria que aquele era um sonho de Deus e por causa desta convicção era que levantava a insatisfação de seus irmãos.

Creio que foi exatamente a certeza de seus sonhos que mantiveram a chama viva em seu coração dando-lhe força e determinação para continuar lutando sempre com muita coragem.

Há tantas coisas importantes nesta história e que têm tanto a ver com nossa vida pessoal. É como se cada um dos momentos vividos por José representasse fases diferentes que passamos para alcançar os planos e projetos de Deus para nossas vidas. Poderíamos vê-las assim: Época de sonhar. "Veremos que será de seus sonhos" diziam seus irmãos. Tentavam através de suas más atitudes provar que tudo não passava de uma loucura de José. Jamais tudo aquilo sucederia. Quando sonhamos os sonhos de Deus também muitas vezes somos desacreditados, ridicularizados, questionados e levados em muitas ocasiões a abandonar. As pessoas só nos apresentam os obstáculos e dificuldades… parece mesmo que vivemos fora da realidade.

Todos nos olham de forma diferente e ficam esperando o momento que "passará esta loucura". Aqui muitos desistem e seguem outro caminho. Estes viverão sempre com a frustração e com a dúvida do que seria se tivessem acreditado e lutado por seus sonhos.

A certeza de que nosso sonho não é nosso, mas, de Deus é essencial para enfrentar e ultrapassar todos os obstáculos e barreiras. Pode parecer distante e difícil, não sabemos todos os detalhes de como Deus executará seu propósito, porém devo crer e lutar independente das circunstâncias contraditórias ao meu redor.

Certamente surgirão as provas, "meus irmãos" colocarão obstáculos para testar a veracidade deste sonho, porém tudo isto deve fortalecer ainda mais a certeza de que se Deus falou, Ele cumprirá. Ele só espera de mim fidelidade e lealdade a tudo que me têm dito e ensinado. Quando um sonho é de Deus não se perde no caminho, não nos deixa confundido e nem nos permite desistir. Sonhar os sonhos de Deus é a certeza de que Deus mesmo fará todas as coisas, mesmo aquelas que nos parecem mais difíceis.

No fundo do poço. Ali estava José, talvez dizendo para si mesmo: "Isto não deve ser verdade, não é possível que meus próprios irmãos me façam este mal, está escuro. Logo me tirarão daqui. Parece que não vai acontecer nada.

Morrerei aqui? Não tinha a menor idéia do que viria adiante. Talvez seu coração pulsasse forte, certamente como ser humano temia, porém aquele sonho de Deus permaneceu no seu coração, de tal maneira que no futuro pôde dar graças por tudo. Muitos de nós também passamos pelos vales e poços em nossa caminhada em direção aos planos de Deus.

Quem em algum momento não se sentiu só? Não se sentiu abandonado? Talvez se sinta assim agora mesmo. E os sonhos que havia em meu coração? Quantos planos…quantos projetos…tantas expectativas…e agora…aqui sem ver nem um raio de luz e esperança.

Acabaram-se os sonhos de Deus para mim? Era só uma ilusão? "nunca duvides na escuridão, da verdade que Deus te disse na luz". Não importa que não vejo nada, não importa o vale pelo qual estou passando… Deus é fiel e cumpre todas as suas promessas. Ele está comigo ali, no escuro, no vale e no abandono. Ele continua crendo e continua esperando que eu caminhe em direção ao cumprimento dos sonhos que Ele pôs em meu coração.

Caminhando para o Egito. Fico imaginando a poeira do deserto, as vozes e palavras estranhas dos mercadores, as incertezas no coração e temores de desconhecido. Tudo isto passando pela mente de José.

São como aquelas ocasiões quando deixamos tudo para nos lançar nos projetos de Deus. Um coração apreensivo, cheio de dúvidas e expectativas, inseguro pelo que poderíamos encontrar pela frente.

Talvez muitos ainda se sintam assim diante das diferentes circunstâncias.Tantas mudanças, tantas diferenças, tantas perdas. São tão altos os objetivos e metas propostas que muitas vezes estamos ali, quietos para ver o que passará. Embora não possamos saber a dimensão de tudo isto no coração de José, creio que aquele sonho estava ali, alimentando-o e dando-lhe força para enfrentar com valentia todo o novo que se apresentava diante dele.

Deus sempre nos está surpreendendo com tudo que Ele faz. Estamos caminhando para um novo desafio? Estamos em frente de grandes decisões? O sonho de Deus deve nos impulsar a enfrentar com coragem este novos desafios. Não devemos tomá-los como obstáculos ou lutas, mas como oportunidades. " Deus, como posso agir nessa nova situação? De que maneira te glorificarei mais? Não era o que eu esperava ou pretendia, mas vejo que tu desejas fazer coisas novas e maiores do que eu penso". Estou crendo e confiando na tua Palavra.

Na prisão. Outra vez estava José ali, traído, desacreditado a pesar da fidelidade. Todos nós entramos no ministério e na obra de Deus com um coração desejoso de fazer o melhor, de ser fiel, de frutificar, de ajudar, de cooperar, esperando sempre a melhor colheita. Mas nem sempre é assim.

Quantas vezes somos mal interpretados, somos injuriados, somos rejeitados e nos vemos indo exatamente ao contrário do que desejávamos. A vida humana, e também posso dizer a vida cristã, está cheia destes acontecimentos que tantas vezes querem nos deixar aprisionados de tal maneira que não podemos mais caminhar para frente.

As frustrações, as decepções e outros sentimentos mais, caem sobre nós devido a circunstâncias inesperadas. José poderia ter desistido ali. Ele tinha muitos motivos e também razões. No entanto ele permaneceu fiel, seguiu fazendo exatamente o que Deus queria dele e no momento exato Deus o honrou. Deus encontrou um coração livre e pode usá-lo naquele momento de se apresentar diante do Faraó.

Uma vez mais volto a dizer que aquele sonho de Deus no coração de José, era mais importante que tudo ao seu redor. Ele perseguia aquele sonho, sabia que em algum momento seria realidade. E assim foi. Nada pode ser maior que o sonho de Deus em nosso coração. Queremos chegar lá?

Com seus irmãos. Agora sim, aquele homem livre, reconhece que os mal tratos, o poço, a venda, a viagem, a prisão, tudo era uma parte do todo que Deus usaria para realizar seu propósito: "Deus me enviou…" Que maneira de enviar!

Valeu a pena ser fiel. Porque o plano de Deus não se baseava apenas em que a família de José se prostasse diante dele e o reconhecesse, mas aquele plano e propósito tinha dimensões muito maiores na história da salvação da humanidade. José estava inserido dentro do grande propósito eterno de Deus, agindo de tal maneira para que este propósito avançasse na história.

Não é diferente conosco. Os sonhos que Deus colocou em nosso coração podem até nos parecer pequenos (embora eu nunca pense assim), porém eles estão insertados no grande propósito de Deus de tratar com todas as nações da terra. Por isso são tão sublimes e especiais.

Ainda não podemos ver o todo. Mas está lá. E, onde estou eu? Sonhando? Caminhando para os sonhos? Realizando-os?

Você pode estar se perguntando: "Mas, como saber qual é o sonho de Deus para mim? Como saber qual é a vontade de Deus para a minha vida? Como saber se os meus sonhos são de Deus ou são só meus?" Talvez você esteja agora totalmente frustrado, ferido, sem sonhos.

Mas eu quero convidar você a receber de Deus a cura e a restauração dos sonhos do seu coração. Ele é poderoso para ressuscitar os sonhos que morreram na sua vida.

Deus tem sonhos tremendos reservados em seu coração para esta terra, para este tempo precioso em que vivemos. Ora, mas que tempo é este? Tempo de despertamento espiritual, tempo de avivamento, tempo de a Igreja do Senhor Jesus – eu e você – se levantar para preparar a Terra para volta do Noivo, Jesus.

Todavia, para que estes sonhos tenham vida e frutifiquem, Ele precisa de instrumentos que se disponham a serem usados trazê-los ao mundo. Ou seja, Deus está procurando “úteros espirituais” para conceber, gerar, dar a luz e cuidar dos sonhos de Seu coração. É uma palavra forte eu sei.

“Útero espiritual? Eu? Que loucura!”

É verdade. Palavras como essa parecem mesmo loucura. Mas são loucuras de Deus, amado (I Co 1:15).

É preciso que entendamos que não somos deste mundo. Como filhos eleitos de Deus, nós somos sim cidadãos do céu. Somos seres espirituais e não carnais. Nós somos um espírito, temos uma alma e habitamos num corpo. Isso precisa ficar claro dentro de nós. E para compreender as coisas de Deus, precisamos pensar “no espírito” e não na carne. As coisas do Senhor, Seus mistérios só se discernem espiritualmente (I Co 2:14). Amém?

Quero lhe fazer uma pergunta: Qual o seu maior sonho? Ou melhor, quais são os seus sonhos?

Bem em seu interior, talvez você responda que seu sonho é se casar, comprar uma casa, comprar um carro, ter seu próprio negócio, fazer uma faculdade, conseguir um bom emprego. Ou talvez, quem sabe o seu sonho seja gravar um CD, escrever um livro, ver sua igreja crescer e se avivar, a salvação de sua família ou de um ente querido em especial.

Vou além: seu sonho pode ser algo muito simples aos olhos humanos, porém grandioso aos olhos espirituais, como conhecer a Deus na Sua intimidade, por exemplo. Não importa qual seja seu sonho, o que realmente importa é se, verdadeiramente, este sonho vem do coração de Deus para sua vida.

Se assim não for, eu lhe digo por experiência própria: Não vale a pena sonhar. Amado, sonhos humanos nos roubam tempo, dedicação e custam lagrimas que só vão produzir frustração e tristeza.

Somente a realização de um sonho de Deus pode trazer alegria verdadeira ao coração de um adorador, como eu e você.

Compreenda algo: seu o seu sonho é desejo pleno de Deus, nosso Pai, então, “contraditoriamente” quero lhe informar que ele não é seu. Ele pertence ao Senhor e você é um instrumento que Ele deseja usar para dar vida ao mesmo. É prazer para Deus lhe dar uma casa, converter sua família, ou lhe dar um ministério frutífero. Antes de tudo, compreenda isso. Os sonhos de Deus, somente a Ele pertencem. Nós não passamos de instrumentos para a manifestação da glória do Pai através da realização deles.

Sabe queridos, ontem à tarde, eu tive o privilégio de passar muito tempo na presença do Senhor. Realmente não há melhor lugar para um filho de Deus, para um adorador habitar do que ali, aos pés do Mestre. Ali, naquela posição de humilhação e dependência, Deus vai quebrantado o nosso coração, mortificando a nossa carne, e revelado seus mistérios a nós.

Foi exatamente isso que sinto ter feito Jesus em mim. Sinto que Ele mortificou de uma vez por todas os meus próprios desejos, e começou a gerar em meu interior os sonhos mais belos que Ele tem para mim. Algo muito profundo Ele me disse. Algo muito forte Jesus ministrou ao meu coração.

Disse-me Ele, com Suas inigualáveis palavras é claro: “Filha, os meus sonhos são como filhos espirituais. E filhos para virem ao mundo, para terem vida, precisam ser concebidos, gerados, trazidos à luz e criados para que cresçam em estatura e graça, podendo assim, em tempo oportuno, produzir e frutificar outros sonhos ainda maiores.”

Foi quando senti meu interior queimar, espiritualmente falando. Senti meu coração arder na certeza de que naquele instante, eu estava, “engravidando espiritualmente” dos meus filhos mais preciosos, ou seja, eu estava, enfim, definitivamente grávida dos sonhos de Deus para mim. Aleluias.

Amado, seja homem ou mulher, como cristão, você é herdeiro de Deus e co-herdeiro com Cristo de todas as promessas celestiais! (Rm 8:17, Tg 2:5)

Será que você pode compreender isso?

Deus tem uma promessa grandiosa para sua vida. Ela foi declarada por Ele no mundo espiritual antes mesmo do seu nascimento. E agora você está aí, vivo, de pé, lendo esta palavra porque Ele quer que você compreenda que chegou o tempo de você conceber, gerar e dar a luz os sonhos do coração Dele para sua vida e de todos ao seu redor.

Eu estou dizendo exatamente isto que você está pensando, meu querido irmão. Literalmente eu estou dizendo que chegou a hora de você se levantar e tomar sua posição de Igreja, noiva amada de Jesus e viver os sonhos mais tremendos, gloriosos que estão reservados para você.

A promessa já foi feita na Palavra de Deus! E Jesus, Seu filho, na cruz já conquistou para nós o direito de vivê-la! Dentro da direção que o Espírito Santo, por meio da própria Palavra, me entregou, hoje eu vejo claramente que o processo de realização de um sonho é mesmo, semelhante a uma gravidez. Um sonho, é mesmo um filho.

Um sonho de Deus, é um filho espiritual. Por isso se você deseja, como eu creio que sim, viver a alegria de contemplar a fidelidade do Senhor neste aspecto, o que você precisa fazer, antes de qualquer coisa é conceber este “filho”. Ou seja, você precisa se “engravidar” do sonho de Deus, meu irmão e minha irmã. Entende?

Porém, antes de qualquer coisa, quero dizer algo que por mais pesado que possa soar, é a mais pura verdade. Nós que estamos em Cristo, fomos crucificados com Ele e morremos para nós mesmos.

Não mais vivo eu, e sim Cristo vive em mim (Gl 2:20). Por isso querido, seu coração não pode inundar-se dos sonhos de Deus, se estiverem cheios de projetos puramente seus, humanos e carnais. Um útero não pode conceber um filho, se já portar outro.

A verdade de Deus é clara. Precisamos “abortar” os nossos próprios sonhos amados (renegar nossos desejos puramente humanos e carnais, coisas que não trarão glória ao nome do Senhor), limpar o nosso “útero espiritual” (coração) e estarmos prontos para conceber (tomar posse da promessa, do sonho de Deus).

Este é o primeiro passo. Conceber. Assim como Ana (I Sm 1:9-20) que, em oração, creu em Seu Deus e já levantou-se grávida pela fé do filho a quem tanto ansiava ter.

Antes de você nascer, Deus sonhou com a sua vida; ele mesmo lhe formou com um propósito e uma missão (Salmo 139.13-18). A Bíblia afirma, em Filipenses 2.13 que o querer, o sonhar, vem de Deus e é ele mesmo quem realiza, quem concretiza estes sonhos. Desde a sua infância, mesmo antes de você conhecer Jesus, Deus estava semeando os sonhos dele para sua vida. Ele os estava plantando dentro do seu coração. E ao longo dos anos, na medida em que você foi crescendo, estes sonhos também foram crescendo.

Você brincava de boneca ou de carrinho, e sonhava em se casar, ter filhos. Eu mesma, desde criança, brincava de desenhar o meu vestido de noiva. Talvez você goste de computadores, de vídeo games, e desde cedo sonha em trabalhar com isso. Ou, quem sabe, você admira o seu pastor e pensa:

"Quando crescer eu vou ser um pastor assim."

Talvez assistia a programas na TV que mostravam imagens de outros países, de pessoas de diferentes, culturas, e isso lhe atrai. São sementes dos sonhos de Deus em seu coração. Se você tem um compromisso com Deus, ele vai compartilhar muito mais sonhos para você.

Infelizmente, porém, a Bíblia diz que o diabo veio para matar, roubar e destruir. Ele é inimigo de Deus, e assim, inimigo dos sonhos de Deus. Portanto, ele é nosso inimigo e adversário dos sonhos de Deus para nós. A Bíblia também diz que a nossa luta não é contra carne ou sangue, mas contra os principados e potestades, contra os dominadores deste mundo tenebroso, contra as forças espirituais do mal, nas regiões celestes. Mas como é que ele age para matar, para assassinar os nossos sonhos? Será que ele aparece "de chifre" para nos assustar e frustrar nossas esperanças?

Certamente não. Ele usa a boca das pessoas que estão perto de nós. Ele usa olhares. Ele usa as pessoas que mais amamos e admiramos para nos ferir e desencorajar. Meu pai sempre me disse que as pessoas que mais nos ferem são aquelas que mais amamos, porque elas estão perto de nós.

Se alguém que eu nem conheço direito fala algo contra mim, não me importo. Mas se alguém da minha casa ou do meu ministério fala contra mim, isso dói, isso desencoraja.

Jesus também passou por isso. Ele veio ao mundo com uma missão. Ele tinha um grande sonho, que era reconciliar o ser humano com o Pai. Ele veio para morrer na cruz em nosso lugar e ressuscitar, vencendo tudo por nós. Ele sabia que ia para Jerusalém para ser crucificado. Em Marcos 8.31-33 vemos Pedro chamando Jesus à parte para tentar convencê-lo de não ir a Jerusalém.

E a resposta de Jesus ao seu discípulo foi: "Arreda, satanás, porque não cogitas das coisas de Deus, e sim das dos homens!" Quando entendemos que é o diabo quem usa a boca das pessoas para nos ferir e matar nossos sonhos, fica mais fácil perdoar essas pessoas. Você precisa perdoar as pessoas que foram instrumento de Satanás para te ferir e frustrar.

I. Como saber se um sonho é de Deus?

1 . Os sonhos de Deus trazem Glória a Deus.

A Palavra diz que o coração do homem pode fazer planos, mas a resposta certa vem do Senhor. Também diz que há caminhos que ao homem parecem perfeitos, mas o seu fim é de morte. Nós, muitas vezes, pensamos que alguma coisa é sonho de Deus para nós, mas não é. Creio que uma boa maneira de obter esta resposta é sondando o nosso coração e observando se a realização daquele sonho vai trazer glória a Deus ou não. Portanto, sonde seu coração.

Se você tem um sonho, mas a sua realização não vai glorificar o Senhor, peça a Deus para arrancá-lo do seu coração ou para restaurá-lo, para que ele volte a ser exatamente como é no coração de Deus.

2 . Os sonhos de Deus jamais serão frustrados.

Os sonhos de Deus, os propósitos de Deus para a sua vida, têm o poder de se tornar realidade porque nenhum dos desígnios do Senhor pode ser frustrado. Aleluia! Na Bíblia, quando alguém recebia uma profecia, era simples saber se vinha ou não de Deus. Se acontecesse, é porque era de Deus; se não se concretizasse, é porque não era.

3. Os sonhos de Deus se realizam no tempo de Deus.

Você pode descansar, porque se algum sonho é de Deus para sua vida, vai se realizar. Pode parecer que está demorando, que é impossível, que é algo grande demais, mas para Deus todas as coisas são possíveis. Deus sabe a melhor hora para você desfrutar a realização dos seus sonhos.

Assim será com o sonho do seu casamento, do seu emprego, da sua faculdade, do seu ministério, enfim, todos os sonhos de Deus se realizarão, no tempo certo, em sua vida.

II. Como deva ser o planejamento dos nossos sonhos?

1- ESPERE COISAS GRANDES E OCULTAS DE DEUS - ( JR 33:3).

a)- Devemos sonhar os sonhos ilimitados do nosso Deus e agarrar-nos a esse sonho por toda a vida, superando qualquer obstáculo... Ex. José do Egito... (Ge 37:19).

b)- Sonhe com coisas grandes e ocultas que Deus tem preparado para você, pois, a Bíblia afirma que nada é impossível para o Senhor nosso Deus (Lc 1:37).

c)- Nosso dever é crer, confiar e seguir a Jesus incondicionalmente, essa atitude agrada a Ele, então Ele age em nosso favor (Mt 15:21-28).

d)- Os sonhos de Deus são ilimitados, imensos, amplos, em relação com os sonhos do homem (Is 55:8,9).

Moisés, sonhou com a libertação de seu povo, no entanto, Deus sonhou com Israel como nação sacerdotal através da qual Ele enviaria o Salvador da humanidade (Êx 19:6).

e)- Deus tem coisas grandes e ocultas preparadas, que com a sabedoria humana é impossível discernir.

O povo de Israel atravessando o mar vermelho... (Êx 14:15-29)

f)- Sonhe, tenha esperança, creia no amor na benção de Deus, e algo maravilhoso, grandioso acontecerá em sua vida.

g)- Creia no que Deus já preparou, creia nas promessas, creia na palavra de Deus, a solução está no Senhor (I Co 2:9; Is. 53:4, 5).

h)- Com o que devemos sonhar?

R. Devemos sonhar com coisas grandes, coisas positivas, otimistas, com milagres grandiosos, coisas impossíveis aos homens (Ef 3:20; Mc. 9:23).

2- PROJETE O SEU SONHO DETALHADAMENTE

a)- Projete claro em seu oração, escreva-o, ore até receber convicção à luz da palavra de Deus.

b)- Qual é o seu sonho? Quero motivá-lo a escrever, ler e reler todos os dias, trabalhar em oração até que ele se torne realidade.

È preciso desfazer a desordem mental da maldição e pobreza e crer na benção de Deus para sua vida.

c)- É muito importante que você possa visualizar a realização de seu sonho como uma realidade já estabelecida, pois, isso será de fato o que alcançará.

A visualização do sonho produz a fé e a obra do Espírito Santo em nós e através de nós.

d)- Devemos conceber os sonhos de Deus, porque o sonho de hoje se tornará a orientação que criará o futuro...

e)- O que você desenhar hoje em fé, com a ajuda do Espírito Santo, é o que obterá no dia de amanhã (Hb 11:1).

f)- Estabeleça, visualize seu sonho e suas metas de forma específica. Faça isso com oração e jejum diante de Deus.

g)- Estabeleça suas metas mediante a Cruz de Cristo Jesus. Olhe para a cruz, lá fomos salvos, libertos, curados de enfermidades do espírito, da alma e do corpo... (I Pd 2:24, Gl 3:13; I Ts 5:23).

h)- O alvo, o sonho e a meta final do Cristão não se encontram neste mundo, mas no reino eterno de Jesus Cristo. (2 Co 5:1; Fp 3:20,21).

3- COMECE COM AS PEQUENAS COISAS.

a)- Uma vez que tenha concebido o sonho mediante a cruz de Cristo, você deve semeá-lo, para depois colhê-lo. Creia sua semente brotará, crescerá, dará frutos, vencerá todas as adversidades.

b)- Os sonhos de Deus transformam a morte em vida, a escuridão em luz, a pobreza em riqueza, a maldição em benção, a derrota em vitória, a desesperança em esperança...

c)- Se você tem um sonho, deve ter a convicção de que seu sonho será alcançado, e agir como se ele já fosse realidade.

4- GUARDE O SONHO DA ESPERANÇA E ENGRANDEÇA-O.

a)- Guarde a esperança de Deus em seu coração, ore com fervor, visualize, creia, sonhe, porque Deus operará o milagre.

Você está disposto a aprender? Faço isso por meio da história bíblica de Josué, cuja vida revela alguns princípios vitais àqueles que querem realizar sonhos de sucesso.

III. OS 5 DEGRAUS PARA ALCANÇAR OS NOSSOS SONHOS

1. Saiba o que sonhar

Não foi Josué quem gerou o sonho de conquistar uma terra que mana leite e mel. Antes mesmo de Josué nascer e se tornar escravo no Egito, Deus havia feito uma promessa. O sonho de Josué era ver a promessa de Deus se cumprir.

Existem promessas de Deus para a sua vida (Jr 29:11). Você sabe o que é uma promessa? Promessa é uma declaração referente ao futuro, que garante que Deus fará ou dará algo.

Encontramos na Bíblia muitas promessas de Deus. Para o povo de Israel (e isso incluía Josué), havia a promessa de uma terra que mana leite e mel (Gn 15:12-14; Ex 3:8).

Deus tem promessas para você. O primeiro degrau do sucesso é descobrir o que Deus deseja para a sua vida, o que ele tem sonhado para você. O sonho de ver a promessa de Deus se cumprir, é o sonho que vai se realizar. Você conhece alguma promessa de Deus para a sua vida?

2. Alimente o seu sonho

Por quantos anos Josué sonhou e aguardou a realização deste sonho? Desde o nascimento ele conhecia a promessa de Deus, e sonhava com o grande dia, mas, antes disso, muitas águas rolaram.

Quanto sofrimento ele passou, quanta dor suportou. Quantas vezes seu sonho pareceu distante. Mas será que não foi exatamente este sonho que o manteve de pé quando as nuvens do desespero e da loucura lhe batiam à porta?

Sonhos que valem à pena são duradouros. Eles são bálsamo nas horas difíceis; impulsionam a caminhada, nos mantém de pé.

Se o seu sonho não é assim, ele não vale a pena ser sonhado, não vale a pena ser alimentado, não vale a pena ser realizado.

3. visualize o seu sonho (Nm 13:1-2; 23, 27, 14:7-8)

Josué foi um dos escolhidos para visualizar a terra prometida. Lá ele viu uma terra maravilhosa, fértil, com enormes frutas, e voltou motivado a conquistá-la.

Visualizar os sonhos é essencial, pois, quando o visualizamos, ficamos motivados, ou desistimos de vez, como aconteceu com os outros que foram com Josué.

Visualize o que você tem buscado alcançar de Deus.
Visualização gera motivação.
É melhor sonhar e visualizar uma família que vive em harmonia, onde todos estão salvos em Jesus, do que uma família onde há contendas, o marido é alcoólatra, bate na mulher, os filhos usam drogas.

É melhor sonhar com uma igreja que cresce, cujo povo é alegre e participativo, do que com uma igreja medíocre, cheia de problemas, cujo povo é desanimado e apático.

Não é em vão que todos os grandes conquistadores foram também grandes visionários.

4. mantenha uma atitude positiva (Nm 13:25-28, 31)
Olhe para os obstáculos com atitude de fé. O sonho que provém de Deus não elimina os obstáculos, mas assegura à vitória ao que crê.

Josué visualizou a terra e voltou motivado e entusiasmado para conquistá-la. Os outros dez colegas, também visualizaram o mesmo sonho, e concluíram que não era para eles. Ficaram desanimados, e desanimaram o restante do povo.

Quem você acha que conquistou àquela terra: os desanimados pessimistas, ou os entusiasmados otimistas?

Quem você acha que será bem sucedido: aquele que tem grandes sonhos, e com entusiasmo e otimismo prossegue na certeza de que um dia os verá realizados, ou aquele pessimista que acredita que “isto não é para mim”?

Atitude positiva diz muito a respeito daqueles que vão realizar sonhos. Para ser sincero, penso que Deus não dá grandes sonhos a pessoas desanimadas e pessimistas.

5. Prepare-se para a luta

Em algum momento você pensou que um sonho se realiza sem batalha? Os sonhos de Deus são um convite para grandes batalhas, por isso, os medíocres e covardes não são grandes sonhadores, e também pouco conquistam.

Deus prometeu a terra. Josué conhecia a promessa e viu que valia a pena. Sabe o que Deus lhe diz? Vai lá, expulse aqueles gigantes e conquiste a terra que eu prometi.

Sem esforço você não vai conseguir nada, principalmente da parte de Deus. Oração que não é precedida de ação afronta a Deus. Como você pode pedir a ajuda de Deus enquanto fica de braços cruzados? (Senhor, visite os doentes; alimente os pobres)

Se Josué tivesse ficado de joelhos orando, esperando Deus expulsar os inimigos da terra (que já era dele por promessa), morreria seco no deserto. Ele precisou tomar posse da bênção. Isso significou batalhar, lutar, suar.

Por vezes, deixamos de conquistar os sonhos por inatividade. Se Deus prometeu e mostrou o caminho, o que você está esperando? Vá, e diga: Senhor, estou indo, se não for para ir, me impeça, se for, ajude-me.

Para sua família se converter você terá de orar muito, mas terá também de dar bom testemunho, ter paciência. Para sua igreja crescer, você terá de orar muito, mas terá também de amar, evangelizar, gastar tempo com as pessoas, se esforçar, traçar estratégias.

Para conquistar o seu espaço profissional você deve orar muito, mas tem também de estudar, trabalhar, suar a camisa. Ou você acha sinceramente que o seu chefe vai te promover se tem outro profissional mais esforçado e competente do que você? Deus não vai ser injusto apenas porque você tem um sonho. Você terá de conquistar seu sonho.

É isso mesmo que você quer? Está pronto para enfrentar a barreira do tempo, do desânimo, da crítica?

O sonho nos ajuda a manter o foco, a concentrar, a não desperdiçar energia em coisas que não são importantes.

Mas, principalmente, atrai a presença de Deus (Js 1:2-9). Presença que nos encoraja, nos dá forças para a batalha, nos leva a realizar o que parecia impossível.

Mas quando nossa vontade quer tomar frente em nossos sonhos, eles são frustrados, pois não temos como realizar sozinhos um sonho que partiu do coração do Pai.

Acabaremos ferindo nosso coração e enterrando os nossos sonhos.

Um exemplo: “Senhor, eu quero uma casinha, um carrinho!” E Deus lhe responde: “Não filho, agora não é o momento!” Então você imediatamente o questiona: “Mas por que Deus? O Senhor não quer o meu bem? Eu estou em pecado? O que está acontecendo?”

Ao invés de deixarmos Deus terminar de falar conosco, ficamos argumentando com ele que conhece melhor nosso interior do que nós mesmos. Deus naquele momento quer dizer: “Não filho! Eu tenho coisas maiores para a sua vida, promessas gigantes para realizar em você...”

Tenho aprendido a esperar Deus me dizer tudo. Deus quer muito realizar nossos sonhos, pois o coração do Senhor deseja que os nossos sonhos sejam também os seus sonhos.

Os sonhos de Deus jamais vão morrer! Somente creia e receba essa palavra viva em teu coração.

Esse é o tempo de sonhar os sonhos de Deus, de fazer grandes coisas para Deus e esperar grandes coisas de Deus.

Avalie se seus sonhos são da vontade de Deus; estabeleça metas claras; tenha paixão para alcançar seus alvos; creia que Deus está com você e o ajudará a alcançar seus sonhos.

Que Deus nos abençoe e nos guarde em nome de Jesus, amém

| Autor: Jânio Santos de Oliveira | Divulgação: estudosgospel.com.br |