Procure

Cobrindo a nudez


"... tomando o corpo, envolveu-o num pano limpo de linho..." - (Mateus 27. 59)

Quando contemplamos gravuras ou quadros que mostram a cena de Jesus na cruz, percebemos que as Suas partes íntimas estão sempre cobertas. É possível que alguém tenha obtido permissão para cobrir a nudez de Jesus, pois, expor o corpo nu era uma forma de humilhar os condenados ou prisioneiros de guerra. É possível também que os artistas e pintores, por questão de pudor e respeito, tenham acrescentado a proteção, cobrindo, assim, a nudez de Jesus.

Um símbolo na Bíblia para a nudez, em particular no que se refere às partes íntimas é: "vergonhas". Quando acontecia de uma mulher ser flagrada em adultério, era humilhada em público, sendo suas roupas levantadas acima da sua cabeça. Os que aplicavam as punições eram hipócritas... Como Jesus bem o demonstrou em João, 8.1,11.

Deus conhecia bem a hipocrisia dos israelitas, como conhece hoje a dos que estão na Igreja, vivendo falsa religiosidade, piedade, santidade e espiritualidade. Por isso avisa-os através dos profetas: "Porei a descoberto as suas vergonhas" (segundo o texto, morais e espirituais, conforme Isaías, 3.17; 7.20; Jeremias, 13.22,26; Naum, 3.50).

Lamentavelmente, há muitos entre o povo de Deus que sentem prazer mórbido em expor as vergonhas dos líderes e, de modo cruel, dos ungidos do Senhor, esquecendo-se das advertências divinas (II Samuel, 24.10; 26.9; I Crônicas, 16.22; Salmos, 105.15). Aos impiedosos, Deus adverte que vai tornar públicas as suas vergonhas (Jeremias, 13.26).

A imagem da Igreja, em geral, tem sido desgastada e desacreditada porque os próprios "membros" do Corpo de Cristo dão ênfase, até para descrentes, das falhas dos seus irmãos na fé. O Apóstolo Paulo se refere a tais pessoas como vãs, porque o que elas fazem e tramam em oculto, só o referir, só o comentar... Já é vergonhoso (Efésios, 5.12).

Uma das características de Jesus, o Messias, é que Ele não expõe publicamente as nossas falhas pessoais, não esmaga a cana quebrada, nem apaga a pequenina chama, quando por algum motivo caímos (Isaías, 42.1,4; Mateus, 12.18,20); não foi assim que agiu quando apareceu aos Seus discípulos após a ressurreição, naquela que foi para eles a Reunião da Restauração? "Paz seja convosco!" (João, 20.19,26).

Quem cobre as vergonhas do seu irmão demonstra amor, compaixão e temor a Deus; quem as expõe, mostra ausência de misericórdia.
 
Autor: Rev. Enoc Teixeira Wenceslau