Procure

A Parábola do Joio


Ler o texto de Mateus 13:24-30

Introdução

Jesus Cristo não veio à Terra simplesmente para ser um personagem importante da História ou para nos servir de bom exemplo. Ele veio estabelecer o seu Reino!

A princípio, muitos dos seus discípulos ( senão todos ) não entenderam o que significava o Reino de Deus se estabelecendo nas vidas das pessoas. Eles pensavam em reino político, pensavam que Jesus tomaria o poder governamental e seria o “presidente” do país. Alguns discípulos chegaram a pleitear os cargos mais importantes do governo de Jesus ( Mc 10:35-37 ). Tudo porque não entenderam o que significava o Reino de Deus. Hoje ainda muitos não entendem….

Jesus teve uma preocupação toda especial em ensinar sobre o Reino, usando diversas parábolas pra isso. Só nesse capítulo 13 de Mateus, Ele conta 7 parábolas sobre o Reino. Além disso, quando Jesus morreu e ressuscitou, a Bíblia diz que Ele ficou 40 dias aparecendo aos seus discípulos falando-lhes acerca do Reino ( Atos 1:3 ). Ou seja, Jesus deseja que nós entendamos o seu propósito e desfrutemos do Reino que Ele veio estabelecer.

Essa parábola nos ensina algumas verdades sobre o Reino:

1) Nem todos os que parecem pertencer ao Reino de Deus realmente pertencem

O texto fala de uma plantação onde dois tipos de planta crescem juntos e são, num primeiro momento, muito parecidos: o joio e o trigo. Só quando o trigo forma espigas, é possível distingui-lo do joio. À primeira vista, eles parecem a mesma planta.

Assim também, num olhar desavisado, muitas pessoas parecem pertencer ao Reino de Jesus. Podem ser até pessoas boas, honestas, corretas, boas donas de casa, bons chefes de família, bons filhos, bons maridos…. enfim, a tendência é pensarmos que tais pessoas pertencem ao Reino de Deus.

Mas não é isso que a Bíblia ensina. Para pertencer ao Reino de Deus é preciso nascer da boa semente. Certa vez, um homem importante,  chamado Nicodemos foi procurar Jesus à noite, interessado nos Seus ensinos. Jesus lhe declarou que para alguém fazer parte do Reino de Deus, era preciso que tal pessoa nascesse de novo. ( João 3:3 ). Num primeiro momento Nicodemos não entendeu essa palavra, achou absurdo que alguém, sendo velho, pudesse voltar à barriga da mãe.

Claro que não era isso que Jesus estava dizendo. Nascer de novo significa nascer da semente de Deus, nascer de Cristo, entregar o controle de sua vida a Ele e começar uma nova vida.

Quem nunca fez isso ainda não pode ser considerado como “trigo” na plantação do Senhor. Pode até parecer, mas não é.       É preciso receber Jesus! Aceitar seu senhorio. Assim, você será “plantado” no Reino de Jesus.

È bom lembrar: Jesus pretende ser VERDADEIRAMENTE Senhor das nossas vidas. Quem tem governado sua vida? Se você pertence ao reino de Jesus precisa ser governado por Ele.

2) O inimigo sempre vai se opor às coisas do Reino

No mundo espiritual há duas forças que se opõem: o Império das trevas e o Reino da luz. O império das trevas é povoado pelo diabo e pelos demônios…. o Reino da luz é dirigido por Jesus e povoado pelos anjos e pela Igreja.

Há uma guerra espiritual entre eles. A guerra não é pra descobrir quem é mais poderoso ou mais valente. JESUS CRISTO JÁ VENCEU A GUERRA! ELE É PODEROSO PRA DESTRUIR TODA OBRA DO DIABO! Aleluia!

A guerra acontece pra decidir o destino das pessoas:  elas serão trigo ( plantados pelo Senhor ) ou joio ( plantados pelo inimigo ).

O império das trevas fará de tudo para atrapalhar o crescimento do Reino de Deus. Até se aproveitando do tempo de sono dos trabalhadores para semear malignidade.

Há uma  guerra espiritual pra que você não se torne participante do Reino de Jesus. O inimigo vai usar situações, preconceitos, pessoas da família, tradições, crendices, conselhos de ímpios… tudo pra que você não se converta. Fará até você pensar que está tudo certo entre você e Deus e que todos “ são filhos de Deus”. E não é isso que a Bíblia afirma ( João 1:12 )

Não se iluda: vença toda a oposição e venha para o Reino de Jesus que é materializado aqui na Terra através da sua igreja.

3) Haverá um dia de juízo

Jesus afirma na parábola que haverá um dia de colheita quando o Senhor permitirá que o joio seja separado do trigo. Antes disso, eles crescerão juntos normalmente.

Nesse mundo em que vivemos, há trigo e joio convivendo simultaneamente e pacificamente. Mas haverá um dia em que Deus julgará todas as coisas. Todos já devem ter ouvido falar no “dia do juízo final”! Pois esse termo é bíblico e esse dia chegará.

Não adianta se enganar. Um dia Deus separará os que são dEle daqueles que não são. Hoje estamos vivendo um tempo de oportunidade de Deus. Todas as pessoas que quiserem poderão se tornar trigo. Mas haverá um dia quando será tarde demais.

Ninguém sabe o dia nem a hora em que acontecerá a colheita. Pode ser hoje, amanhã, daqui alguns meses, anos…. não sabemos, mas as evidências da Palavra nos mostram que esse dia está próximo.

Entregue-se ao senhorio de Cristo hoje mesmo. E você, que já fez isso seja instrumento dEle pra que outros conheçam essa verdade!

Ministre nas vidas pra que haja salvação. Lembre-se: a Igreja existe pra ganhar vidas; não é apenas um grupo de comunhão. Então, clame junto com os seus irmãos pra que haja visitantes em nossos cultos, pessoas que precisam ouvir a mensagem do evangelho.    Ore com aqueles que já são discípulos pra que eles testem se Jesus tem sido verdadeiramente Rei em suas vidas ou se isso só acontece no discurso e não de fato.

Autor: Pr Arimatéia