Procure

Estudo Batalhas que Enfrentamos Durante a Caminhada Cristã


E também todos os que piamente querem viver em Cristo Jesus padecerão perseguições." II Timóteo 3:12

A Palavra do Senhor é clara em enfatizar que não é fácil seguir a Cristo. Vivemos em um mundo que nos odeia devido ao amor de Jesus e porque somos escolhidos para uma vida plena ao Seu lado. Servir a Deus e seguí-Lo implica em conhecermos que seremos perseguidos, afrontados e enfrentaremos verdadeiras batalhas até alcançarmos a redenção completa no céu.

Desta maneira quero salientar aqui quatro principais batalhas que todo cristão enfrentará durante sua caminhada com Jesus. Uns sofrerão mais em alguns pontos que destacarei, outros sofrerão menos mas, invariavelmente, todos sofreremos com os combates. Espero que através desse estudo a sua Fé seja fortalecida e você possa ter mais garra e esperança combatendo contra os seus inimigos em Cristo Jesus!

1- A Batalha contra a Própria Natureza

"Digo, porém: Andai em Espírito, e não cumprireis a concupiscência da carne. Porque a carne cobiça contra o Espírito, e o Espírito contra a carne; e estes opõem-se um ao outro, para que não façais o que quereis." Gálatas 5:16-17

Todos aqueles que aceitaram a Jesus Cristo como seu Único e Suficiente Salvador terão que enfrentar uma dura batalha em seu próprio ser, que a Bíblia chama de CARNE. Os desejos sexuais, a avareza, os vícios, a mentira, o ódio e outras coisas semelhantes a essas lutam contra o Espírito que todos recebem ao declararem o Senhor e, então, verdadeiros confrontos são travados.

Quantas vezes você já pensou em se vingar, mas renunciou por amor a Deus? Quantas vezes você desejou mentir para encobrir um erro e fugir do problema? Em quantas oportunidades esteve só com sua/seu namorada(o) ou noiva(o) e renunciou ao ato sexual apesar de seu próprio desejo?

Esses e outros exemplos demonstram a lutam diária que enfrentam os servos de Deus, que decidiram abdicar da sua própria natureza para cumprir a vontade do Senhor expressa através de Sua Palavra.

É por isso que na passagem citada acima Paulo declara que a carne e o Espírito OPÕEM-SE um ao outro. Talvez esta seja a batalha mais dura enfrentada por amor a Cristo: RENUNCIAR A SI MESMO, como disse Jesus em Mateus 16:24: "Então disse Jesus aos seus discípulos: Se alguém quiser vir após mim, renuncie-se a si mesmo, tome sobre si a sua cruz, e siga-me".

Qual é a renúncia que você tem feito por amor de Cristo?
Não existe evangelho sem renúncia, nem vida cristã sem o carregar da cruz. Por isso também disse o apóstolo João aos discípulos em I João 2:6: "Aquele que diz que está nele, também deve andar como ele andou". Andar como Jesus é ter uma vida parecida com a do Mestre, rejeitando as obras da carne e "andando em Espírito" Gálatas 5:16a.

2- A Batalha contra os Próprios Familiares

"Porque eu vim pôr em dissensão o homem contra seu pai, e a filha contra sua mãe, e a nora contra sua sogra; e assim os inimigos do homem serão os seus familiares." Mateus 10:35-36

Outra oposição que a maioria dos cristãos enfrenta vem da própria família. Pais que não compreendem a fé dos filhos, filhos que não compreendem a fé dos pais, mulheres que não compreendem a fé dos seus maridos... Geralmente os que estão mais próximos de nós são aqueles que mais nos criticam por buscarmos a Jesus, pois conheceram nossa história e sabem do nosso passado. Não conseguem compreender o que está escrito em II Coríntios 5:17: "Assim que, se alguém está em Cristo, nova criatura é; as coisas velhas já passaram; eis que tudo se fez novo" e zombam, duvidam de nossa mudança e intenções.

Por isso Jesus continua em Mateus 10:37 e diz: "Quem ama o pai ou a mãe mais do que a mim não é digno de mim; e quem ama o filho ou a filha mais do que a mim não é digno de mim". O nosso maior amor a Deus é manifesto quando, apesar de perseguidos pelos nossos familiares mais próximos, continuamos firmes na Fé, buscando cada dia mais ao Senhor de nossas almas.

Essa batalha é tão séria e real que nem mesmo Jesus era acreditado pelos de sua família. Veja o que está escrito em João 7:3-5: "Disseram-lhe, pois, seus irmãos: Sai daqui, e vai para a Judéia, para que também os teus discípulos vejam as obras que fazes. Porque não há ninguém que procure ser conhecido que faça coisa alguma em oculto. Se fazes estas coisas, manifesta-te ao mundo. Porque nem mesmo seus irmãos criam nele".

Os irmãos de Jesus pensavam que ele queria se mostrar, se auto-exaltar, e lhe disseram para se apresentar na região da Judéia. Desta maneira, ele era incompreendido pelos seus próprios parentes, uma vez que em Filipenses 2:5-8 diz que: "De sorte que haja em vós o mesmo sentimento que houve também em Cristo Jesus, que, sendo em forma de Deus, não teve por usurpação ser igual a Deus, mas esvaziou-se a si mesmo, tomando a forma de servo, fazendo-se semelhante aos homens". Jesus nos deu o maior exemplo de humildade, tornando-se homem como nós, sendo sujeito às mesmas fraquezas que todos temos. Ele não tinha o interesse de se auto-exaltar, mas de salvar os pecadores, através de sua simplicidade e humildade de coração, pelo derramar de seu próprio sangue.

Assim sendo, se você está carregando um fardo pesado de acusações, críticas e zombarias de sua família, não esmoreça na fé. Lembre-se que o próprio Mestre e Senhor de nossas vidas também passou por essa batalha e, assim como Ele venceu, você certamente vencerá. Persevere e obterá a vitória!

3- A Batalha contra o Sistema do Mundo

"Não ameis o mundo, nem o que no mundo há. Se alguém ama o mundo, o amor do Pai não está nele. Porque tudo o que há no mundo, a concupiscência da carne, a concupiscência dos olhos e a soberba da vida, não é do Pai, mas do mundo." I João 2:15-16

Todo cristão fiel também enfrentará duras batalhas contra o sistema do mundo, dominado pelo diabo. Como a maioria dos convertidos não nasceu em lares cristãos, para os tais essas lutas agravam-se devido ao "costume do mundo". Por exemplo, para o mundo é normal uma pessoa revidar toda vez que é atacado por alguém. Mas a Palavra de Deus nos ensina que "ao que te ferir numa face, oferece-lhe também a outra; e ao que te houver tirado a capa, nem a túnica recuses" Lucas 6:29.

Uma pessoa criada segundo os moldes desse mundo, quando se converte ao Evangelho de Jesus, enfrentará oposições dos amigos e colegas do trabalho, terá que renunciar a certos convites tentadores, porém contrários à fé, será apontado por todos aqueles que o conheceram antes de abraçar o cristianismo, os quais trarão à memória seus feitos do passado...

Quando você se sentir apontado, acusado, tentado em seu ambiente de trabalho, imcompreendido por aqueles que se diziam seus amigos, saiba que ESTÁ NO CAMINHO CERTO. Veja o que disse Jesus acerca disso em Lucas 6:22-23: "Bem-aventurados sereis quando os homens vos odiarem e quando vos separarem, e vos injuriarem, e rejeitarem o vosso nome como mau, por causa do Filho do homem. Folgai nesse dia, exultai; porque eis que é grande o vosso galardão no céu, pois assim faziam os seus pais aos profetas".

Por isso continue firme, mantenha-se de cabeça erguida! Mostre sua diferença em relação a esse mundo, sem ter medo das consequências nem dos obstáculos, pois o seu galardão no céu certamente será grande!

4- A Batalha contra o diabo

"Sede sóbrios; vigiai; porque o diabo, vosso adversário, anda em derredor, bramando como leão, buscando a quem possa tragar" I Pedro 5:8

Por fim a batalha mais ferrenha, que está diretamente relacionada com as três outras batalhas citadas aqui, é a batalha contra o inimigo de nossas almas. Algumas batalhas citadas nesse estudo podem durar algum tempo da vida cristã, mas a batalha contra o diabo deve durar todo o tempo em que estamos nesse mundo. Essa luta não cessa, pois o inimigo não pára de tentar minar a nossa fé e esperança, afastando-nos do Senhor.

É o inimigo que incita nossos sentidos para o mal (A Batalha contra a Própria Natureza), levanta nossa parentela contra nós (A Batalha contra os Próprios Familiares) e que usa nossos amigos, colegas de trabalho e situações do dia a dia para nos fazer errar (A Batalha contra o Sistema do Mundo).

A Palavra diz que ele é mentiroso e homicida: "Vós tendes por pai ao diabo, e quereis satisfazer os desejos de vosso pai. Ele foi homicida desde o princípio, e não se firmou na verdade, porque não há verdade nele. Quando ele profere mentira, fala do que lhe é próprio, porque é mentiroso, e pai da mentira" João 8:44.

A Palavra diz que ele é ladrão: "O ladrão não vem senão a roubar, a matar, e a destruir" João 10:10a.

A intenção do maligno é nos arrastar com ele para o inferno, visto que já está condenado: "E o diabo, que os enganava, foi lançado no lago de fogo e enxofre, onde está a besta e o falso profeta; e de dia e de noite serão atormentados para todo o sempre" Apocalipse 20:10.

Mas, você deve estar se perguntando, como eu posso vencer essa batalha, que se estende durante a nossa caminhada cristã? Bem, durante o estudo eu fui dando as dicas, mas agora reunirei a todas aqui.

Quando citei o livro de I Pedro, capítulo 5, versículo 8, no início desta quarta parte, não me referi ao complemento do versículo 8, que é o versículo 9. Leia agora a passagem completa: "Sede sóbrios; vigiai; porque o diabo, vosso adversário, anda em derredor, bramando como leão, buscando a quem possa tragar; ao qual resisti firmes na fé, sabendo que as mesmas aflições se cumprem entre os vossos irmãos no mundo" I Pedro 5:8-9.

Para vencer as batalhas citadas aqui você deve estar FIRME NA FÉ. Tal firmeza é obtida através de conhecimento da Palavra de Deus: "De sorte que a fé é pelo ouvir, e o ouvir pela palavra de Deus" Romanos 10:17; através da congregação na igreja: "Não deixando a nossa congregação, como é costume de alguns, antes admoestando-nos uns aos outros; e tanto mais, quanto vedes que se vai aproximando aquele dia" Hebreus 10:25; através de boas obras: "Meus irmãos, que aproveita se alguém disser que tem fé, e não tiver as obras? Porventura a fé pode salvá-lo? E, se o irmão ou a irmã estiverem nus, e tiverem falta de mantimento cotidiano, e algum de vós lhes disser: Ide em paz, aquentai-vos, e fartai-vos; e não lhes derdes as coisas necessárias para o corpo, que proveito virá daí? Assim também a fé, se não tiver as obras, é morta em si mesma" Tiago 2:14-17.

Outra ferramenta para vencer as batalhas é a PERSEVERANÇA. Perseverar significa continuar firme, prosseguir, avançar. É ter paciência que a recompensa virá. É tão importante a perseverança que o apóstolo Paulo explicou o que ela pode originar em Romanos 5:3-5: "Não somente isto, mas também nos gloriamos nas tribulações, sabendo que a tribulação produz perseverança; e a perseverança, experiência; e a experiência, esperança. Ora, a esperança não traz confusão, porque o amor de Deus está derramado em nossos corações pelo Espírito Santo que nos foi dado".

A perseverança ajuda o cristão a amadurecer, crescendo em experiências com Deus. Desta maneira, meus irmãos e amigos, enfrentem as batalhas, perseverando, porque Deus é fiel e não os deixará sozinhos. Ele ampara os seus!

Outro instrumento útil, que ajuda na perseverança e até na fé, é saber o que Pedro disse em I Pedro 5:9b: "sabendo que as mesmas aflições se cumprem entre os vossos irmãos no mundo". Não é somente você que passa por lutas e dificuldades. Não é somente você que sofre e amarga tempos difíceis na vida! Isso acontece entre todos os irmãos no mundo e certamente tem muita gente sofrendo mais do que você.

Quando uma pessoa se fecha em seu problema, esse problema parece enorme demais, até intransponível. Mas, quando se abre os olhos e se vê em volta, observando as outras pessoas, os sofrimentos alheios e se decide ajudá-los, muitas vezes se nota que o problema não era tão grande assim como se pensava. Ampliem sua visão da vida meus irmãos e amigos. Não olhem somente para a sua situação particular, levantem a cabeça e observem em redor. Vejam os problemas alheios, as lutas dos demais. Mais do que isso: AJUDEM SEUS SEMELHANTES, que estão em sofrimento maior do que vocês. Fazendo isso, sua fé é fortalecida, boas obras subirão para memória diante do Senhor e até suas vitórias e felicidade serão alcançadas, pois a maior característica, que demonstra sermos servos de Deus, é o AMOR.

Que Deus os abençoe em Nome de Jesus Cristo!

| Autor: Fernando Heitor de Siqueira | Divulgação: EstudosGospel.Com.BR |