Procure

Para cada um de nós, o ano novo traz uma pergunta implícita: O que está por vir? O que terei de enfrentar? Como será minha vida neste novo ano? Através da história de Abraão, Deus nos dá mostras de que podemos confiar nEle.
Toda vidrada de ano vem a nossa mente - O que vamos encarar nesse próximo ano que se aproxima? Será um ano de Paz? De Saúde? Dificuldades financeiras? Mais uma resposta  vem imediatamente 'Esse ano tenho fé em Deus será melhor que o anterior.' Conhecer a Deus tem que ser o principio de todas as coisas. Não teremos um ano bom se não conhecermos quem o criou.
Esta é a época em que os profetas de plantão saem das tocas. E para não ficar de fora da onda do momento, farei previsões para 2013. Sem horóscopo, sem mágicas, sem revelações espúrias; apenas observando o contexto e o mundo em que vivemos, e a forma como estamos sendo sustentados pela verdadeira graça divina.
Não acredito em crendices ligadas ao Ano Novo. Mas também não ignoro os efeitos que uma mudança de ano produz no coração de quem deseja uma vida melhor. Muitos expoentes 'teologizam' a respeito dos modos diferentes de Deus e o homem verem o tempo. Talvez em razão disso alguns irmãos estejam com medo de celebrar o Ano Novo. Sem dúvidas, o fato de mudarmos de 2012 para 2013 ensejará recomeço, para alguns, novas expectativas, para outros, e esperança de uma vida melhor para todos. Celebremos com alegria o Ano Novo!
Somente através do Senhor Jesus podemos superar as frustrações e perdas ligadas ao passado. Por isso, entregue-se totalmente a Ele agora e em 2013. Quando as lembranças ruins quiserem sufocá-lo, busque ajuda do alto. Lembre-se de que o Senhor endireita caminhos tortos. Tente, por Ele, construir uma nova história. Se for preciso começar a partir do zero, faça isso. Recomece. Aprenda a lidar com o passado. Seja feliz no presente. E que 2013 seja o melhor ano da sua vida!
Todos os anos é a mesma coisa. Os líderes eclesiásticos anunciam a 'palavra profética' que guiará seus ministérios durante o decorrer do novo ano. Geralmente são frases de efeito tais como 'Ano da Dupla Honra', 'Ano da Conquista', 'Ano da Multiplicação', 'Ano da Restituição', etc. As igrejas deixaram de ser voz profética em favor do oprimido, para tornarem-se franquias de ministérios megalomaníacos, cuja mensagem é pasteurizada, os cultos padronizados, e os obreiros (cópias fiéis de seus líderes) produzidos em série numa escala industrial. O problema não é adotarmos slogans, lemas anuais, ou coisa parecida. O problema é perdermos o foco, voltando-nos para nossos projetos pessoais em detrimento do projeto do Reino.
Nessa parábola do beija flor, peço a Deus que nos dê ânimo para 'sobrevoar os mares, andar sobre as águas', sem desanimar. Antes, nos fortalecendo pela certeza de que não há crescimento sem luta, não existe aprendizado e prosperidade na vida espiritual se não deixarmos a comodidade do barco, o continente onde as flores murcharam, e seguir em direção a um novo caminho, às flores de primavera. 2013 pode ser diferente. Que entre beija-flores e mares, se faça em nós novos caminhos, vivos e férteis pela nascente da Água da Vida que é Jesus. Precisamos estar sempre próximos dessa fonte que jorra, em movimento de graça, porque daí vem o combustível para cada novo ano que se inicia.
Todos os habitantes do planeta terra desejam que este ano seja mais repleto de paz, que os seres humanos sejam mais piedosos e amorosos, que a alegria emane de forma copiosa sobre nós. É o momento certo de pararmos e pensarmos no que devemos fazer, o ontem passou e jamais voltará a ser o mesmo dia, esqueça seus momentos de tristeza, desânimo, desesperança, choro, mágoa, etc. Todas as coisa passaram e eis que tudo novo se fez! Então tome coragem para vencer, ANO NOVO, VIDA NOVA!
Quais são seus planos para o novo ano? Quando Davi encarregou seu filho Salomão de construir o templo, entregou-lhe planos precisos e exatos. Deus tem um plano para cada um de nós. Nossos próprios planos, que se refletem em nossa alma ou em nosso estado emocional, com freqüência são um empecilho para um andar alegre e frutífero na presença do Senhor. Agora o novo ano está diante de nós com todas as suas possibilidades. Qual é o plano de Deus? 
Algumas semanas antes das festividades do Ano Novo, os chineses iniciam uma grande faxina em suas casas, tiram o pó de tudo, limpam o chão, os móveis, enfim, tudo, pois querem para o novo ano uma casa bem limpa. Esta faxina não se limita, entretanto, simplesmente à casa. Ela estende-se também aos demais setores da vida diária. Por exemplo: Quem fez dívidas, procura pagá-las. Se alguém cometeu algum mal, tenta desfazê-lo. Todos querem iniciar o Ano Novo com ambiente e vida externa limpos. Este é um bom exemplo, digno de ser imitado.
Está mais do que na hora de colocar em ordem nosso coração diante de Deus! Vamos fazer projetos novos, nesse novo ano!
Quando um novo ano se aproxima, muita gente contempla o futuro como uma oportunidade de fazer mudanças na sua vida. É bem verdade que muitos propósitos irrelevantes são estabelecidos e, poucos dias depois, são abandonados; porém, alguns propósitos genuínos podem ser mantidos.