Procure

Reflexão Cristãos Anoréxicos


Texto básico: Amós 8:1-14.

'O SENHOR Deus me fez ver isto: eis aqui um cesto de frutos de verão. E perguntou: Que vês, Amós? E eu respondi: Um cesto de frutos de verão. Então, o SENHOR me disse: Chegou o fim para o meu povo de Israel; e jamais passarei por ele. Mas os cânticos do templo, naquele dia, serão uivos, diz o SENHOR Deus; multiplicar-se-ão os cadáveres; em todos os lugares, serão lançados fora. Silêncio! Ouvi isto, vós que tendes gana contra o necessitado e destruís os miseráveis da terra, dizendo: Quando passará a Festa da Lua Nova, para vendermos os cereais? E o sábado, para abrirmos os celeiros de trigo, diminuindo o efa, e aumentando o siclo, e procedendo dolosamente com balanças enganadoras, para comprarmos os pobres por dinheiro e os necessitados por um par de sandálias e vendermos o refugo do trigo? Jurou o SENHOR pela glória de Jacó: Eu não me esquecerei de todas as suas obras, para sempre! Por causa disto, não estremecerá a terra? E não se enlutará todo aquele que habita nela? Certamente, levantar-se-á toda como o Nilo, será agitada e abaixará como o rio do Egito. Sucederá que, naquele dia, diz o SENHOR Deus, farei que o sol se ponha ao meio-dia e entenebrecerei a terra em dia claro. Converterei as vossas festas em luto e todos os vossos cânticos em lamentações; porei pano de saco sobre todos os lombos e calva sobre toda cabeça; e farei que isso seja como luto por filho único, luto cujo fim será como dia de amarguras. Eis que vêm dias, diz o SENHOR Deus, em que enviarei fome sobre a terra, não de pão, nem sede de água, mas de ouvir as palavras do SENHOR. Andarão de mar a mar e do Norte até ao Oriente; correrão por toda parte, procurando a palavra do SENHOR, e não a acharão. Naquele dia, as virgens formosas e os jovens desmaiarão de sede, os que, agora, juram pelo ídolo de Samaria e dizem: Como é certo viver o teu deus, ó Dã! E: Como é certo viver o culto de Berseba! Esses mesmos cairão e não se levantarão jamais.' (Amós 8:1-14 RA).

Anorexia é um transtorno alimentar caracterizado pelo medo que o paciente tem de ganhar peso. Esse medo pode provocar problemas psiquiátricos graves. A pessoa anoréxica se olha no espelho e se vê obesa, embora esteja extremamente magra. A pessoa que apresenta anorexia pode também apresentar bulimia.

Doença que atinge principalmente mulheres adolescentes e adultas jovens, a anorexia é um problema que possui riscos clínicos e que pode levar à morte por inanição, desequilíbrio dos componentes sanguíneos ou suicídio.
 
A pessoa que possui essa doença limita severamente a quantidade de comida ingerida, comendo tão pouco quanto possível. Assim, o organismo fica carente de nutrientes, o que pode levar a diversos problemas de saúde.

A pessoa que sofre desse distúrbio deve procurar um tratamento médico e psicológico.

Depois de um longo período sem comer, a alimentação deve ser retomada com pequenas quantidades de líquidos ou alimentos facilmente digeríveis. Ter um horário pré-estabelecido para refeições em um intervalo não muito longo e segui-lo religiosamente.
 
Assim como a anorexia física e psicológica, existe também a espiritual, um mal que atinge a igreja hoje. A falta de apetite espiritual atinge milhares de cristãos em nossos dias. Ele vai diminuindo à medida que vamos nos afastando das reuniões nos deixando cada vez mais atrair pelos prazeres do mundo.

A carta aos Hebreus nos alerta para esse perigo:

'Não deixemos de congregar-nos, como é costume de alguns; antes, façamos admoestações e tanto mais quanto vedes que o Dia se aproxima. Porque, se vivermos deliberadamente em pecado, depois de termos recebido o pleno conhecimento da verdade, já não resta sacrifício pelos pecados;' (Hebreus 10: 25-26 RA).

Quanto menos comemos, menos apetite sentimos, então quando tentamos nos alimentar o alimento passa a nos causar náuseas e mal-estar. Como o nosso alimento espiritual ele é recebido através do ouvir a Palavra, o apóstolo Paulo nos adverte:

Conjuro-te, perante Deus e Cristo Jesus, que há de julgar vivos e mortos, pela sua manifestação e pelo seu reino: prega a palavra, insta, quer seja oportuno, quer não, corrige, repreende, exorta com toda a longanimidade e doutrina.

'Pois haverá tempo em que não suportarão a sã doutrina; pelo contrário, cercar-se-ão de mestres segundo as suas próprias cobiças, como que sentindo coceira nos ouvidos; e se recusarão a dar ouvidos à verdade, entregando-se às fábulas.' (2 Timóteo 4: 1-4 RA)

Faz-se necessário, então, uma reeducação alimentar espiritual. Muitos se acostumaram com “doces”, “gorduras” e outras “gulodices” de má qualidade que não são a sã doutrina.

Também o egoísmo e seus desejos tomam o lugar do verdadeiro alimento: Jesus.

'Eu sou o pão da vida. Vossos pais comeram o maná no deserto e morreram.   Este é o pão que desce do céu, para que todo o que dele comer não pereça. Eu sou o pão vivo que desceu do céu; se alguém dele comer, viverá eternamente; e o pão que eu darei pela vida do mundo é a minha carne. Disputavam, pois, os judeus entre si, dizendo: Como pode este dar-nos a comer a sua própria carne?  Respondeu-lhes Jesus: Em verdade, em verdade vos digo: se não comerdes a carne do Filho do Homem e não beberdes o seu sangue, não tendes vida em vós mesmos. Quem comer a minha carne e beber o meu sangue tem a vida eterna, e eu o ressuscitarei no último dia. Pois a minha carne é verdadeira comida, e o meu sangue é verdadeira bebida. Quem comer a minha carne e beber o meu sangue permanece em mim, e eu, nele.' (João 6: 48-56 RA)

O texto de Amós nos mostra a visão do cesto de frutos maduros e em seguida nos fala de a fome viria, uma fome não de alimentos, mas de ouvir a Palavra de Deus. Esta era um profecia para o povo de Israel por terem virado as costas a Deus e desprezado a Sua Santa Palavra; mas, também é uma advertência para a Igreja hoje.

Ele abre os nossos olhos e nos alerta para o perigo da anorexia espiritual. Ele nos cura e traz de volta o nosso apetite, o desejo pela oração, pelo estudo de Sua Palavra e pela comunhão com os irmãos.

E por fim, quando estivermos com a multidão de vestes brancas diante de seu trono, não mais teremos fome ou sede.

'Jamais terão fome, nunca mais terão sede, não cairá sobre eles o sol, nem ardor algum, pois o Cordeiro que se encontra no meio do trono os apascentará e os guiará para as fontes da água da vida. E Deus lhes enxugará dos olhos toda lágrima.' (Apocalipse 7: 16-17 RA).

Se quisermos viver por Cristo devemos nos alimentar Dele.

Assim como o Pai, que vive, me enviou, e igualmente eu vivo pelo Pai, também quem de mim se alimenta por mim viverá. (João 6: 57 RA).

Como estamos nos alimento? Será que não estamos ficando anoréxicos?

| Autor: Pr. Alcebídios Garcia Dias | Divulgação: EstudosGospel.Com.BR |