Procure

Homens de Honra - Artigo Gospel


Eu sempre admirei os heróis bíblicos, e desejo relatar as histórias de alguns deles para que as pessoas conheçam esses heróis da Bíblia. Homens, que fizeram a diferença na sociedade, fazendo a vontade de Deus, e impactando o mundo. Muitos deles eram militares e políticos; e comomuito preconceito entre os cristãos sobre essas profissões, resolvi mostrar o que a Palavra de Deus fala a respeito do militarismo e da política. Muitos servos de Deus no passado fizeram a diferença nesses setores, e ainda existem cristãos que testemunham de Cristo através dessas profissões. Agora, contarei sobre alguns heróis bíblicos, que foram homens honrados.

José, filho de Jacó, era o preferido de seu pai. José foi alvo da inveja de seus irmãos que o venderam como escravo. Esse servo de Deus foi escravizado e até encarcerado por servir ao Deus Único. Mas, Deus tinha um propósito para tudo isso. José tinha o dom de interpretar sonhos, e através disso ele se tornou o governador-geral do Egito, e livrou o seu povo da fome. José foi um político que fez a diferença. Deus sempre sabe o que faz.

Josué foi um grande guerreiro usado por Deus para conquistar a Terra Prometida. Josué combateu gigantes para poder conquistar Canaã. Os hebreus murmuravam muito e, por isso, somente dois homens da geração dos hebreus que saíram do Egito entraram na Terra Prometida; Josué e Calebe.

Gideão foi um dos juízes e um excelente estrategista que liderou os hebreus na guerra contra os midianitas, que oprimiam o povo de Deus. Esse grande homem de Deus, com apenas trezentos homens, derrotou milhares de midianitas. Gideão foi usado grandemente por Deus para libertar o seu povo.

Sansão foi um dos juízes também e o homem mais forte que já existiu, pois ele sozinho venceu mil soldados filisteus. Esse homem extremamente forte e poderoso matou um leão com as suas próprias mãos. Sansão, com a sua força prodigiosa, derrotou os filisteus demolindo o Templo de Dagom, lugar onde ele também acabou morrendo. Sansão morreu junto com os seus inimigos, ou seja, ele teve uma morte honrada.

Davi era um garoto franzino rejeitado pela sua família, porque ele era o menor e o mais fraco dentre todos os seus irmãos. O profeta Samuel foi designado por Deus para ungir Davi como rei de Israel. Davi venceu o gigante Golias apenas com uma funda e uma pedra nas mãos. Davi era um homem segundo o coração de Deus, isto é, mesmo ele sendo um militar que matava os seus semelhantes, Davi estava no centro da vontade de Deus. Davi foi um militar e político usado grandemente por Deus para livrar o seu povo de seus inimigos.

Jeú era um capitão do Exército de Israel que foi ungido como rei e usado por Deus para destituir Jorão, filho de Acabe, do poder. Jeú era um guerreiro extremamente feroz, e através de sua ferocidade nas batalhas, ele matou os reis, Jorão e Acazias, e ainda matou Jezabel, uma feiticeira depravada que matou inúmeros profetas de Deus. Jeú foi um militar usado grandemente por Deus para fazer justiça.

Daniel foi um político de Deus, pois ele foi o governador-geral da Babilônia. Os seus amigos, Hananias, Misael e Azarias, foram políticos que amavam a Deus acima de todas as coisas também. Daniel foi lançado numa cova cheia de leões famintos; e Hananias, Misael e Azarias, foram lançados numa fornalha ardente. Deus livrou esses heróis da morte para mostrar a grandeza de seu poder. Daniel e seus amigos foram políticos que fizeram a diferença num reino pagão, mostrando que Deus usa os políticos também para os seus propósitos grandiosos.

José de Arimateia era senador e membro do Sinédrio. Esse político cristão era um dos melhores amigos de Jesus Cristo. A Bíblia e a História relatam que ele permaneceu em sua profissão testemunhando de Cristo para todos os homens.

Cornélio era centurião da coorte italiana, e ele era um homem justo e temente a Deus. Cornélio, sendo militar, era considerado por Deus um exemplo de bondade e piedade. Cornélio foi evangelizado pelo apóstolo Pedro e depois batizado ainda sendo um oficial romano. Esse centurião é um exemplo a ser seguido.

Neste texto, eu contei sobre alguns heróis bíblicos que foram militares e políticos, e Deus não os recriminou por causa disso. Portanto, não há problema algum os cristãos ocuparem cargos no Estado, porque Deus pode usá-los grandemente através de suas profissões.

Autor: Filipe Levi